Ibovespa retoma os 100 mil pontos com ajuda da Petrobras (PETR4)

Ações da PetroRio (PRIO3) também ficaram entre as maiores altas do dia

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa sustentou os ganhos da abertura de hoje (25) e se manteve no patamar positivo, apoiado pela alta das ações da Petrobras (PETR3; PETR4). O principal índice da B3 avançou 1,36% nesta segunda-feira e alcançou os 100.270 pontos, ultrapassando a casa dos 100 mil — o que não era visto desde 11 de julho.

A alta do petróleo favoreceu as ações das petrolíferas, que ficaram entre as maiores altas do dia. O barril Brent subiu 1,30%, a US$ 104,94, enquanto o WTI registrou alta de 1,47%, a US$ 98,90.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Os papéis preferenciais da Petrobras (PETR4) registraram valorização de 4,67%, a R$ 30,70, e as ações ordinárias da estatal (PETR3) subiram 4,32%, a R$ 33,31. Em seguida entre as maiores altas também aparecem a PetroRio (PRIO3), com avanço de 4,15%, a R$ 23,61.

Os papéis preferenciais da Petrobras (PETR4) registraram valorização de 4,50%, a R$ 30,65, e as ações ordinárias da estatal (PETR3) subiram 4,26%, a R$ 33,29. Em seguida entre as maiores altas a PetroRio (PRIO3) aparece com avanço de 4,19%, a R$ 23,69.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Energisa (ENGI11) e Weg (WEGE3) também foram destaques no pregão de hoje, com altas de 3,35% e 2,90%, respectivamente.

Do lado oposto, o GPA (PCAR3) liderou as maiores quedas do pregão após cair 7,04%, a R$ 15,71. IRB Brasil (IRBR3), Petz (PETZ3), Positivo (POSI3) e Qualicorp (QUAL3) também apareceram entre as baixas, com desvalorizações de 5,50%, 5,07% e 4,12%, respectivamente.

Nos Estados Unidos, os principais índices de Wall Street tiveram uma sessão volátil à espera por uma nova elevação na taxa de juros na quarta-feira (27). O consenso do mercado aponta que o reajuste será de 0,75 ponto percentual.

Além disso, investidores também seguem à espera dos balanços das gigantes de tecnologia, incluindo Meta, Alphabet e Apple, que divulgarão seus resultados nesta semana.

Por lá, os indicadores encerram o dia majoritariamente em alta, mas sem grandes surpresas. O Dow Jones subiu 0,28%, aos 31.990 pontos, o S&P 500 teve leve alta de 0,13%, aos 3.996 pontos e o Nasdaq caiu 0,43%, aos 11.782 pontos.

À medida que as atenções se voltam para a decisão de juros nos EUA, o dólar fechou em forte queda ante o real na sessão de hoje. O dólar comercial caiu 2,30%, a R$ 5,3712.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: