Com fundo de meio bilhão de reais, Canary reforça aporte institucional na América Latina

Após investir em mais de 100 negócios com altíssimo potencial de crescimento desde 2017, a firma de venture capital levanta seu terceiro fundo .

Andressa Barbosa
Compartilhe esta publicação:

Izabel Gallera e Marcos Toledo sócios do Canary (Crédito: Divulgação)

Acessibilidade


Com um total de mais de 100 negócios investidos desde 2017, a firma de venture capital Canary anunciou que levantou seu terceiro fundo dedicado ao primeiro aporte em empresas na América Latina. Com aproximadamente R$ 549 milhões captados, o VC reforça que “há muitas pessoas talentosas na região que, com apoios e incentivos corretos, podem criar empresas globais e de enorme impacto, capazes de mudar a vida da população e resolver problemas estruturais na América Latina”.

“Quando criamos o Canary, em 2017, tínhamos a convicção de que o mercado de inovação e tecnologia latino-americano ia maturar, com muitas oportunidades para grandes negócios e, principalmente, pessoas brilhantes dispostas a empreender. Nos posicionamos desde o começo como primeiros investidores institucionais de novas empresas e ficamos muito felizes ao ver que a nossa crença estava correta. De lá para cá, o ecossistema de startups na região evoluiu muito”, diz Marcos Toledo, co-founder e managing partner do Canary. 

Usando seus dois primeiros fundos, com captação de R$ 247 milhões e R$ 411 milhões, respectivamente, em 2017 e 2019, a firma já realizou 69 rodadas subsequentes, levantando R$ 12,6 bilhões em novos investimentos e gerando mais de 5,4 mil empregos diretos por toda a região. 

LEIA TAMBÉM: 11 maiores investimentos de venture capital no ecossistema brasileiro de inovação no primeiro semestre de 2021

Além de ter investido em empresas que se propõe a redefinir categorias e indústrias inteiras, como é o caso de Buser, startup de inovação no transporte intermunicipal, Sallve, marca digital de beleza, Hashdex, gestora de ativos digitais, Facily, social commerce e Trybe, o novo fundo reforça ainda a posição do Canary na região para o early stage.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Compartilhe esta publicação: