Além das dancinhas: os planos de negócios do TikTok no Brasil

Gabriela Comazzetto, de soluções, e Kim Farrell, do marketing, falam sobre a evolução da plataforma e as perspectivas para 2022 .

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:

A estimativa é de que, no Brasil, cerca de 4,7 milhões de pessoas usem o TikTok (Crédito: Getty Images)

Acessibilidade


Parcerias em realities como A Fazenda, apoio a eventos como Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Campeonato Brasileiro e Carioca, além do Brasileirão Feminino. O ano de 2021, para a plataforma de vídeos curtos TikTok, foi um dos mais emblemáticos no Brasil do ponto de vista de expansão e investimento em marketing. Em termos de negócios, a empresa também realizou eventos com foco em marcas e parcerias e vem aumentando o número de projetos voltados à conexão com o público por meio dos vídeos.

Esse avanço se deu também do ponto de vista de número de usuários. Além de estar entre os aplicativos mais baixados do mundo em 2021, o TikTok, de acordo com dados da Statista, tem no Brasil seu segundo maior mercado, perdendo apenas para a China. A estimativa é de que, por aqui, cerca de 4,72 milhões de brasileiros usem a plataforma, número que deve chegar na marca de 4,92 milhões em 2025. Em setembro do ano passado, a empresa anunciou que tinha 1 bilhão de usuários mensais no mundo. Kim Farrell, diretora de Marketing do TikTok para a América Latina, explica que o intuito de apostar em parcerias resulta no reforço do app como um local que atrai vários tipos de públicos e conteúdos diferentes.

LEIA TAMBÉM: Saiba quem são os TikTokers mais bem pagos do momento

“Com a pandemia e o isolamento social, a abordagem dos conteúdos mudou muito. O público migrou para a internet e, com as mais divertidas, positivas e autênticas possibilidades de se produzir conteúdo, levando mais e melhores formas de entretenimento, os criadores passaram a consumir e a valorizar, ainda mais, os vídeos curtos. Todos os dias, brasileiros de todos os estilos de vida estão mostrando suas habilidades criativas e seu cotidiano de maneira única e inspirando outras pessoas”, destaca Kim.

Kim Farrell, diretora de Marketing do TikTok para a América Latina

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Estratégia de negócios

“Dentre as principais ações do TikTok em 2021, relacionadas ao TikTok for Business, podemos destacar a implementação da plataforma para anúncios, com a proposta de ajudar as marcas e os consumidores brasileiros a se conectarem de uma maneira diferente. Nosso intuito é trazer um conceito novo de propaganda. E podemos dizer que o mercado brasileiro recebeu bem essas iniciativas, o que nos possibilitou projetos importantes com marcas como Magazine Luiza, Rappi, Elseve L’Oreal Paris, Banco Next, Riachuelo, Doritos, Sanofi, Embelleze, Gino-Canesten, entre outras”, afirma Gabriela Comazzetto, head de Soluções Globais para Negócios do TikTok na América Latina.

Para 2022, Gabriela indica um movimento ainda maior em novas tendências de comportamento de consumo e tecnologia. “Apostamos muito na continuação das experiências phygital, ou seja, conectando o mundo offline com o online: formatos de vídeos curtos com um storytelling engajador; colaborações inovadoras e ousadas entre marcas, plataformas e creators; e mais marcas buscando co-criar e construir junto com seu público.”

Construção de marca

“Falando em TikTok como marca, em 2021, também destacamos algumas campanhas, que tiveram o objetivo de aumentar o awareness da plataforma e movimentar os criadores de conteúdo, envolvendo-os em novas trends e os convidando a engajarem nos projetos. Dentre elas, destacamos a #QuemTemTikTokTemTudo com o rapper Emicida. A campanha contou com um filme que foi uma adaptação da música “Quem Tem um Amigo (Tem Tudo)”, e teve como intuito mostrar que usuários do mundo todo podem aprender de tudo um pouco com o TikTok. Destacamos, ainda, a #IssoOTikTokMostra, que foi lançada na final do BBB 2021 e teve como tema a autenticidade e a criatividade dos conteúdos e criadores do TikTok. Além, é claro, das campanhas que foram de grande sucesso, como a participação do TikTok nos programas A Fazenda e MasterChef Brasil”, explica Kim Farrell.

Gabriela Comazzetto, head de Soluções Globais para Negócios do TikTok na América Latina

LEIA TAMBÉM: Pinterest aposta em monetização e conteúdo original para crescer

Ainda de acordo com Kim, “o TikTok, no Brasil, também ampliou a variedade de conteúdos em esportes, música, beleza e culinária.” “De forma geral, podemos falar que nossa estratégia se concentra em continuar a criar a melhor experiência de plataforma possível para nossos usuários. Temos, pela frente, o desafio de seguir trabalhando com nossos criadores e parceiros. Nossas equipes lançaram e continuarão lançando recursos novos, que refletem as necessidades dos usuários, além de fornecer as ferramentas e os recursos para os usuários criarem conteúdo relevante para a cultura e as tendências locais”, diz Kim

Compartilhe esta publicação: