Startup norueguesa cria kit de áudio espacial para podcast

A Nomono desenvolveu ferramentas que permitem aos produtores de conteúdo ampliarem narrativas imersivas

Mark Sparrow
Compartilhe esta publicação:
Getty Images

A Nomono Sound Capsule já está disponível para pré-venda e custa US$ 3.000 nos Estados Unidos. As unidades começarão a ser enviadas até o final do ano.

Acessibilidade


O boom do podcast não mostra sinais de diminuir à medida que criadores talentosos encontram maneiras cada vez mais inventivas de contar histórias imersivas e atraentes. Enquanto muitos podcasters entrevistam seus convidados remotamente usando ótimas ferramentas como Riverside.fm, ainda não há nada melhor do que uma conversa cara a cara onde todos estão na mesma sala, interagindo uns com os outros e criando um diálogo que flui naturalmente.

A Nomono é uma empresa sediada na Noruega que produz ferramentas e equipamentos para ajudar podcasters e jornalistas a gravar histórias imersivas. A empresa foi fundada em 2019 pelo CTO Audun Solvang, o CEO Jonas Rinde e o chefe de software, Sigurd Saue. A Nomono recebeu financiamento por meio de investidores iniciais, incluindo Sintef Digital, Skyfall Ventures, Spintop Ventures, Investinor, além de subsídios de apoio à pesquisa da Sintef, Forny e Innovasjon Norge.

Esta semana, a Nomono anunciou o lançamento de uma solução integrada de hardware e software para fazer gravações de campo, bem como lidar com todas as tarefas de gerenciamento de arquivos, colaboração e produção enquanto cria som com áudio espacial.

Leia mais: Com aposta em NFTs, Spotify inicia nova transformação na indústria da música

A nova plataforma inclui o Nomono Sound Capsule, um gravador habilitado para Wi-Fi que combina quatro microfones de lapela sem fio ultracompactos e um conjunto de microfones de áudio espacial de 360 graus. Todo o kit pesa menos de 2kg e é altamente portátil.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Sound Capsule conecta-se ao aplicativo da Nomono, uma ferramenta de colaboração de áudio online onde os criadores de conteúdo podem fazer backup de suas gravações, colaborar com a equipe de produção, bem como aplicar processamento de aprimoramento de diálogo com inteligência artificial antes de passar para o processo de edição. Projetado com portabilidade e facilidade de uso em mente, a Nomono diz que suas soluções combinadas podem revolucionar a criação de áudio de qualidade profissional.

“Somos pessoas com paixão por criar ótimos produtos para profissionais com ideias semelhantes, incluindo podcasters, jornalistas de transmissão e empresas de mídia”, diz Jonas Rinde, CEO da empresa. “Nomono simplifica o podcasting com ferramentas intuitivas para capturar entrevistas de campo, colaborar no processo editorial, além de melhorar a qualidade do áudio. Nosso objetivo é fornecer aos contadores de histórias um fluxo de trabalho de áudio inteligente, simples e capaz de fornecer um som excelente.”

Ao contrário dos fluxos de trabalho de podcasting atuais que exigem gravadores de campo separados, microfones, mesas de mixagem e acessórios, bem como ferramentas como Dropbox, Google Drive, iCloud, Google Docs, Asana, Notion e muito mais – o Nomono usa uma solução de gravação de campo tudo-em-um projetado especificamente para podcasters e jornalistas usarem. A unidade carrega automaticamente as gravações para uma ferramenta de colaboração e preparação de áudio baseada em nuvem.

Reprodução

Nomono Sound Capsule, kit da empresa homônima

O Nomono Sound Capsule é compacto com gravação de um botão que captura até quatro convidados e uma fita de cena imersiva sem usar fios ou uma configuração complicada. Ele foi desenvolvido para podcasters e jornalistas que trabalham em campo que precisam gravar conversas com várias pessoas sem o incômodo de configurar suportes de microfone, mesa de mixagem e gravadores digitais separados.

“Toda a tecnologia da Nomono foi desenvolvida com o áudio espacial em mente, para que os criadores possam produzir conteúdo como sempre fizeram e fazer a transição para a produção de áudio espacial com facilidade”, explica Rinde.

Leia mais: Spotify supera estimativas de receita com mais anúncios e usuários

A Nomono Sound Capsule pesa menos de 2kg e cabe em uma mochila. Ele vem com um estojo de transporte e um carregador rápido embutido. Não há níveis para definir e nenhum cartão SD para formatar. Tudo o que o jornalista precisa fazer é apertar um botão e deixar a conversa fluir.

O áudio capturado pelo Nomono Sound Capsule é carregado sem fio para o aplicativo da web Nomono, um recurso de nuvem seguro e uma ferramenta de colaboração de áudio que inclui processamento de sinal alimentado por IA. Por meio do aplicativo da web, o Nomono possibilita que os criadores de conteúdo organizem o material em um local central. Eles podem então coletar comentários, feedback e aprovações para um cronograma de áudio que deve economizar tempo e dinheiro na pós-produção, graças ao aprimoramento de diálogo de um botão e à tecnologia de redução de ruído.

A mesma tecnologia Nomono Intelligent Signal Processing que permite as gravações de áudio espacial também pode ser usada para separar o diálogo de primeiro plano do ambiente de fundo para fornecer inteligibilidade aprimorada e menos ruído, sem artefatos de distração ou ter que remover completamente o som de fundo.

Com as gravações de campo do Sound Capsule com backup automático na nuvem, as equipes de conteúdo podem começar imediatamente a registrar e colaborar no material gravado para acelerar o processo editorial e colocar o conteúdo no ar o mais rápido possível. Os criadores podem fazer upload de áudio de outras fontes no mesmo aplicativo web Nomomo, mantendo todo o material em um só lugar para que qualquer membro da equipe de produção possa acessá-lo junto com colaboradores externos.

A Nomono Sound Capsule já está disponível para pré-venda e custa US$ 3.000 nos Estados Unidos. As unidades começarão a ser enviadas até o final do ano.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: