Grãos da Ucrânia devem receber seguro de US$ 50 milhões por carga

Para cada viagem, cada navio precisará de camadas separadas de cobertura, inclusive para a carga e para o próprio navio

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Igor Tkachenko/File Photo/Reuters
Igor Tkachenko/File Photo/Reuters

Terminal de grãos em Odessa, na Ucrânia

Acessibilidade


O setor de seguros de Londres está se preparando para cobrir embarques de grãos e fertilizantes ucranianos por meio de um corredor seguro, viagens que podem precisar de até 50 milhões de dólares em cobertura por carga segurada, disseram fontes do setor ontem (3).

O mercado de seguros marítimos de Londres colocou a região do Mar Negro em sua lista de alto risco e os custos de seguro dispararam.

Para cada viagem, cada navio precisará de camadas separadas de cobertura, inclusive para a carga e para o próprio navio, conhecidas como cobertura de casco e maquinário. Um prêmio adicional também é cobrado pelos subscritores para entrar em tais áreas.

A seguradora Ascot, da Lloyd’s, e a corretora Marsh lançaram um mecanismo para comerciantes de grãos para fornecer até US$ 50 milhões em cobertura de carga para cada viagem, disse o chefe global de transporte marítimo e de carga da Marsh, Marcus Baker.

“Tivemos algumas consultas nos últimos dois dias e esperamos que isso ganhe força”, disse ele à Reuters, acrescentando que 50 milhões de dólares são mais do que suficientes para a maioria dos embarques de grãos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Embora existam questões a serem resolvidas relacionadas ao corredor e aos portos, ele disse: “O fato de termos isso em vigor significa que, quando algo acontecer, podemos nos mover”.

Baker se recusou a comentar sobre preços, mas disse que o sistema incluiria um “bônus sem sinistros” –um reembolso por uma viagem sem contratempos.

O primeiro navio de grãos a deixar um porto ucraniano desde que a Rússia invadiu em 24 de fevereiro, após um acordo intermediado por Ancara e as Nações Unidas, deve passar pelo Bósforo depois que a inspeção terminou ontem.

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: