Megamansão em Los Angeles é vendida por mais de R$ 700 milhões

Casa foi comprada pelo CEO da Fashion Nova, Richard Saghian, por valor abaixo do esperado.

Emma Reynolds
Compartilhe esta publicação:
Marc Angeles
Marc Angeles

A mansão em Bel Air, a The One foi posta em leilão por US$ 275 milhões no começo do ano

Acessibilidade


A chamativa casa “The One”, cujo valor de venda estimado era US$ 500 milhões (R$ 2,5 bilhões na cotação de hoje) pelo desenvolvedor Nile Niami, foi oficialmente arrematada em leilão por US$ 141 milhões (cerca de R$ 706 milhões).

Recentemente, foi revelado que o comprador da mansão é o CEO da marca Fashion Nova, Richard Saghian, que pagou US$ 126 milhões pela propriedade, mais uma taxa de leilão de US$ 15 milhões. Como o participante que deu o lance mais alto, ele conseguiu um bom negócio, considerando que a casa foi colocada em leilão por US$ 295 milhões.

VEJA TAMBÉM: As 12 propriedades de luxo mais caras vendidas nos EUA em 2021

O agente imobiliário Aaron Kirman, do Aaron Kirman Group da Compass, disse à Forbes que a casa foi mostrada para mais de 40 bilionários de todo o mundo. No entanto, quando chegou a hora de entrar no leilão, apenas cinco deles participaram.

Marc Angeles

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Nossa meta era garantir mais de US$ 200 milhões”, diz Kirman. “A campanha de marketing que fizemos foi tremenda e sentida em todo o mundo, da África à Oceania e além. O principal desafio foi a falta de certificado de ocupação. Tudo o que a maioria dos ricos nesse nível querem trazer é sua escova de dentes. Geralmente eles até compram essas casas com arte, móveis e carros. Todos adoraram a ideia e oportunidade, mas acho que a maioria das pessoas não quis passar pelo processo de obtenção do certificado de ocupação.”

Desenvolvido por Nile Niami, a enorme residência já foi avaliada em US$ 500 milhões. A propriedade levou mais de 10 anos para ser construída e criou uma dívida enorme para Niami, que passou por estouros do orçamento e muitos atrasos. Sua empresa de desenvolvimento, Crestlloyd, proprietária da propriedade, colocou o imóvel em falência no ano passado. Atrasos, processos de execução hipotecária e a falta de certificado de ocupação tornaram cada vez mais difícil encontrar um comprador. Ainda hoje, a casa terá quase um ano de trabalho, ou mais, antes de ser oficialmente concluída.

Se fosse vendida em leilão ao preço de US$ 295 milhões, teria sido a casa mais cara já vendida nos EUA. A cobertura de US$ 238 milhões do bilionário e magnata dos fundos de hedge Ken Griffin em Nova York ainda detém o recorde. No entanto, com 9.750 quadrados, a “The One” é a maior de Los Angeles e a quarta maior venda na história da Califórnia.

  • Marc Angeles
  • Marc Angeles
  • Marc Angeles
  • Marc Angeles
  • Marc Angeles
  • Marc Angeles
Marc Angeles

A mansão no topo da colina tem 21 quartos e 42 banheiros, além de uma lista exaustiva de comodidades ostensivas, como um campo de golfe; adega de 10 mil garrafas; várias piscinas; uma sala de doces; cabeleireiro; termas; pista de boliche; cassino e mais. A casa não veio sem críticas por sua natureza extravagante. De acordo com o “Wall Street Journal”, a boate foi transformada em ala filantrópica após resistência da comunidade local.

A casa foi construída pelo arquiteto Paul McClean, que coincidentemente desenvolveu a casa de Saghian em Hollywood Hills – e talvez foi um dos atrativos para o CEO da marca de fast fashion comprar a mansão. O belo cenário também tem potencial para sessões de fotos e filmagens para sua empresa.

VEJA TAMBÉM: Conheça o apartamento de R$ 330 milhões no prédio residencial mais alto do mundo

“É uma das melhores casas do mundo”, diz Kirman. “Acho que ele pretende morar lá, mas também é uma casa incrível para trabalhar, ganhar dinheiro e tudo mais. É um mundo de infinitas possibilidades.”

Enquanto Saghian se recusou a comentar sobre a compra da mansão, ele disse ao Los Angeles Times: “’The One’ Bel-Air é uma propriedade única na vida que nunca pode ser duplicada. Não há nada mais parecido. Como um morador de LA de longa data e ávido colecionador de imóveis, vi isso como uma rara oportunidade de possuir uma casa única que está destinada a fazer parte da história de Los Angeles.”

Compartilhe esta publicação: