Como aproveitar o melhor de Hanói

sutiporn somnam/gettyimages
sutiporn somnam/gettyimages

Hanói é uma cidade de mil anos considerada capital política e a histórica casa do povo do Vietnã

Uma vez chamada de “a grande dama do Oriente”, Hanói é uma cidade de mil anos considerada capital política e a histórica casa do povo do Vietnã. Diz a lenda que o rei vietnamita Ly Thai To fundou a cidade no ano de 1010 ao avistar um dragão sobrevoando nas proximidades do Rio Vermelho.

Construída às margens do rio, a extensa cidade é cortada por lagos e afluentes –o nome Hanói, escolhido em 1831, é traduzido literalmente como “dentro dos rios”. Hoje, a capital do Vietnã é uma das cidades que mais cresce no mundo e registrou bilhões de dólares em investimentos voltados para o desenvolvimento nos últimos anos.

VEJA TAMBÉM: 5 luxuosas viagens de trem para explorar a Ásia

Embora Hanói não seja tão grande ou movimentada como a cidade de Ho Chi Minh, ainda há muito o que fazer e pontos turísticos para visitar. Pense em marcos históricos, animados mercados, impressionantes edifícios antigos e um cenário de vida noturna pequeno, mas poderoso.

A Hanói urbana é dividida em 12 distritos, com paisagens e atmosferas divergentes. À medida que você explora a cidade, camadas de tempo e influências se revelam –nas ruínas da arquitetura tradicional chinesa do Old Quarter, bem como no estilo neogótico extravagante de French Quarter.

Para os visitantes de primeira viagem, a maioria dos locais mais notáveis ​​e experiências típicas “obrigatórias” estão espalhadas pelos quatro distritos centrais de Hoan Kiem, Ba Dinh, Dong Da e Tay Ho. Os viajantes podem facilmente pegar um táxi ou um mototáxi para se locomover pela cidade, mas se o tempo estiver bom, considere fazer os trajetos à pé: não faltam barracas de comida de rua acessíveis e bancos para descansar.

De shopping centers a teatros locais, veja, na galeria de fotos a seguir, algumas das melhores coisas para fazer em Hanói:

  • Distrito de Ba Dinh

    sutiporn somnam/gettyimages
  • Cidadela Imperial de Thang Long

    A Cidadela Imperial foi construída pelo monarca Ly Thai To em 1010 d.C., quando ele fundou a cidade de Hanói, hoje conhecida como Thang Long. O local serviu como sede da corte vietnamita por várias centenas de anos, mas foi destruída e abandonada no final do século 19. Embora longe de seus dias de glória, a Cidadela ainda é um marco misterioso e atraente para os visitantes –em 2011, região recebeu o título de Patrimônio Mundial da Unesco.

    Reprodução Forbes
  • Mausoléu de Ho Chi Minh

    Marco da fronteira entre o distrito de Ba Dinh e Tay Ho (Lago Oeste), o mausoléu de Ho Chi Minh foi construído inspirado nas tumbas de líderes mundiais como Lenin, Stalin e Mao Zedong. Os visitantes fazem filas do lado de fora para ver o corpo embalsamado do revolucionário vietnamita em um sarcófago de vidro. O mausoléu faz parte de um complexo maior de Ho Chi Minh, que inclui o Museu de Ho Chi Minh, além de um deslumbrante jardim botânico. Chapéus, regatas e shorts não são permitidos no interior, e é estritamente proibido conversar ou colocar as mãos nos bolsos.

    Onde se hospedar: Hotel InterContinental Westlake Hanoi

    Reprodução Forbes
  • Shopping e deck de observação LOTTE Center

    Por toda a sua história, Hanói tem muito mais do que pagodes antigos e mercados de rua. Afinal, a região representa uma das economias que mais crescem na Ásia, fato que é evidente no horizonte cada vez maior amplo. Um dos arranha-céus construídos para acompanhar a paisagem em desenvolvimento, o LOTTE Center Hanoi, é o segundo edifício mais alto da cidade. Além dos escritórios, a propriedade abriga uma grande loja de departamentos, vários estabelecimentos de varejo, restaurantes, um hotel e spa cinco estrelas e um deck de observação de cair o queixo. Supere seu medo de altura e suba no deck do 65º e faça uma bela foto para o Instagram no terraço de vidro suspenso sobre a cidade.

    Onde se hospedar: LOTTE Hotel Hanoi

    Reprodução Forbes
  • Distrito de Dong Da

    Vietnam/GettyImages
  • Templo da Literatura

    Construído para ser uma universidade no ano de 1070 em memória de Confúcio, estudiosos e curadores, o Templo da Literatura é um marco incrivelmente bem preservado. O complexo é composto por cinco pátios: dois com jardins bem cuidados, um terceiro com o grandioso Well of Heaven’s Clarity, um quarto com uma estátua de Confúcio e o último com uma grande torre de sino e tambor. Vários regentes e membros da realeza ao longo das dinastias estudaram no templo, com milhares de aristocratas e, eventualmente, pessoas comuns inteligentes. Os visitantes podem passear pelas antigas árvores, acompanhadas por estátuas e pilares. As grandes esculturas de tartarugas recebem os nomes dos ex-alunos de destaque.

    Onde se hospedar: Apricot Hotel

    Reprodução Forbes
  • Distrito de Hoan Kiem (Old Quarter)

    Khanh Ngo Photography/GettyImages
  • Ópera de Hanói

    A Ópera de Hanói é uma das principais atrações da região de French Quarter –Lago Oeste. Construída pela administração colonial francesa em 1911, o edifício real é inspirado no Palais Garnier em Paris. Após os tempos coloniais, foi usado como um espaço para eventos políticos. Hoje, o teatro de 600 lugares oferece shows que esgotam com frequência, destacando a oferta de uma ampla variedade artística –de ópera e balé ocidentais à produções modernas de dança vietnamita.

    Onde se hospedar: Hotel de l’Opera

    Reprodução Forbes
  • French Quarter

    O French Quarter de Hanói é uma área do bairro antigo da cidade que foi moldada cultural e arquitetonicamente, pelo colonialismo francês. Situada no extremo sudeste do Lago Hoan Kiem, a área abriga diversas embaixadas, hotéis de luxo e boutiques sofisticadas. É nesta região que está situada a Ópera de Hanói, o Museu Nacional de História do Vietnã, que possui uma impressionante variedade de antiguidades nacionais, e o Museu das Mulheres do Vietnã, que conta como as mulheres vietnamitas moldaram o país ao longo da história. Os interessados ​​em histórias de guerra podem visitar a Maison Centrale, também conhecida como Prisão de Hoa Lo ou “Hanoi Hilton”, para conhecer a fortaleza da era colonial que encarcerou revolucionários vietnamitas e prisioneiros de guerra americanos.

    Onde se hospedar: Sofitel Legend Metropole Hanoi

    Reprodução Forbes
  • Mercado de Dong Xuan

    Os pescadores locais vendem seus peixes frescos neste úmido mercado. O espaço de quatro andares em estilo soviético recebeu vários restauros em seus 100 anos de história, mas nenhuma renovação. Os setores do mercado são separados em produtos vendidos em atacado, bens de consumo e um grande comércio de alimentos. Não espere atendimento ao cliente no estilo padrão aqui –apenas viva a essência da experiência vietnamita de fazer compras. Além da área atacadista e de varejo, local possui espaço para refeições com pratos locais como cha ca la vong (peixe frito com atum e endro) e bun bo nam bo (salada de macarrão e carne).

    Onde se hospedar: Hanoi La Siesta Central Hotel & Spa

    Reprodução Forbes
  • Lago Hoan Kiem e Templo Ngoc Son

    O Lago Hoan Kiem é amorosa fuga da confusão da cidade. Encontre bancos e áreas de estar para relaxar em volta do lago e, ocasionalmente, apreciar música ao vivo. No centro do lago está o Templo Ngoc Son, o pagode mais visitado de Hanói, dedicado ao General Tran Hung Dao que viveu no Vietnã do século 13, ao santo padroeiro dos médicos La To e ao estudioso Van Xuong. O local oferece aos visitantes a essência tranquila do templo e da área circundante do parque, ao proporcionar um momento zen necessário durante as intensas aventuras em Hanói.

    Onde se hospedar: The Oriental Jade Hotel & Spa

    Reprodução Forbes
  • Teatro Aquático de Fantoches

    Embora agora seja conhecido por um público mais global, os fantoches aquáticos tem suas raízes no norte do Vietnã, especificamente no Delta do Rio Vermelho. Atualmente, os visitantes podem assistir a autêntica performance em um moderno teatro ao norte do Lago Hoan Kiem. Os fantoches são controlados sobre a água por oito ou mais marionetistas escondidos aos olhos do público, e contam histórias animadas e divertidas sobre a vida antiga, as colheitas e as criaturas míticas. A maioria dos shows inclui o conto do imperador Le Lo, que recebeu uma espada da divindade Kim Qui para derrotar os invasores. A peça é acompanhada por música ao vivo –normalmente uma orquestra de sinos, buzinas, flautas, bateria e um vocalista. Os ingressos para as apresentações normalmente se esgotam rapidamente –adquira os bilhetes com antecedência para garantir os melhores lugares.

    Onde se hospedar: Zephyr Suites Boutique Hotel

    Reprodução Forbes
  • Esquina Bia Hoi

    Um testemunho da lendária cultura vietnamita de consumir cerveja, Bia Hoi é uma visita obrigatória para qualquer visitante que nunca esteve em Hanói. O local fica no cruzamento das ruas Ta Hien e Luong Ngic Quyen. É popular durante o dia, mas é à noite que centenas de pessoas lotam as ruas e pátios em banquetas de plástico para beber sem hora para parar. Inúmeros bares e comerciantes da região vendem bia hoi, um leve chope vietnamita, mas muitos também comercializam cerveja ocidental, refrigerantes e petiscos. A área oferece uma visão perfeita deste lado discreto, mas animado da vida noturna da velha guarda de Hanói.

    Onde se hospedar: Hanoi Allure Hotel

    Reprodução Forbes
  • Distrito de Tay Ho (Lago Oeste)

    Holly Wilmeth/GettyImages
  • Pagode Tran Quoc e Templo Tay Ho

    Situado em uma pequena ilha no centro do Lago Oeste, este pagode do século 6 é o mais antigo templo remanescente do Vietnã. Construído pelo rei Ly Nam De como um local sagrado do budismo vietnamita, o pagode tem uma história ilustre, foi o destino preferido da realeza do país. A construção principal é composta por 11 andares e é cercada por uma casa de incenso e um museu de relíquias. Os visitantes devem se vestir de maneira conservadora em respeito aos monges que residem no templo.

    Às margens do Lago Oeste, também é possível encontrar o Phu Tay Ho, o templo palaciano dedicado ao culto da Deusa Mãe do Vietnã, um dos quatro imortais parte da religião mais antiga do Vietnã. A estrada arborizada que leva ao museu oferece diversas opções para lanchar antes de prestar seu respeito e fotografar o destino.

    Onde se hospedar: InterContinental Westlake Hanoi

    Reprodução Forbes

Distrito de Ba Dinh

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).