Produção de aço na China cresce 8,3% em 2019 e marca 2º recorde anual seguido

Reinhard Krull/EyeEm/GettyImages
Demanda por aço na China permaneceu firme em 2019

A produção de aço bruto na China subiu para um recorde de 1 bilhão de toneladas em 2019, impulsionada por um mercado imobiliário resiliente e uma demanda robusta, à medida que Pequim aumentou os gastos com infraestrutura em uma tentativa de enfrentar uma desaceleração do crescimento econômico.

O maior país siderúrgico do mundo produziu 996,34 milhões de toneladas de aço bruto em 2019, um aumento de 8,3% em relação ao recorde anterior de 2018, mostraram dados da agência nacional de estatísticas nesta sexta-feira.

VEJA TAMBÉM: Refino de petróleo na China bate recorde em 2019

Em dezembro, a produção de aço da China subiu 12% na comparação anual, para 84,27 milhões de toneladas, maior nível desde agosto, de acordo com o departamento de estatística. A produção diária média de dezembro aumentou 1,5% em relação a novembro, para 2,72 milhões de toneladas, segundo um cálculo da Reuters com base em dados oficiais.

A demanda por aço na China permaneceu firme em 2019, apesar da segunda maior economia do mundo estar sob pressão devido à desaceleração do crescimento doméstico e uma amarga guerra comercial com os Estados Unidos.

O mercado imobiliário foi mais resiliente do que o esperado, e uma pressão nos gastos com infraestrutura também alimentou a demanda por aço como material de construção vital.

O investimento imobiliário da China aumentou 9,9% em 2019 em uma base anual, superando um ganho de 9,5% em 2018.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).