Estado de Nova York registra mais de 600 mortos em um dia por coronavírus

Mike Segar/GettyImages
Especialistas em saúde calculam que Nova York pode estar a cerca de uma semana do pior ponto da crise de saúde

Doenças relacionadas ao coronavírus mataram 630 pessoas no último dia no Estado de Nova York, disse o governador Andrew Cuomo hoje (04), nas piores 24 horas para o Estado dos EUA mais atingido pela pandemia.

O novo coronavírus já matou 3.565 pessoas no Estado e a situação é particularmente preocupante em Long Island, a leste da cidade de Nova York, onde o número de casos “é como um incêndio se espalhando”, declarou Cuomo em entrevista coletiva.

VEJA TAMBÉM: Amazon fecha centro de distribuição em Nova York após funcionário testar positivo para coronavírus

Especialistas em saúde calculam que Nova York pode estar a cerca de uma semana do pior ponto da crise de saúde que matou cerca de 60.000 pessoas em todo o mundo.

“Ainda não estamos no ápice, estamos nos aproximando… Nossa leitura das projeções é que estamos em algum lugar na faixa de sete dias”, disse Cuomo.

“Faz apenas 30 dias desde o nosso primeiro caso”, afirmou ele. “Parece uma vida inteira.”

Os Estados Unidos têm o maior número mundial de casos conhecidos de Covid-19, a doença respiratória semelhante à gripe causada pelo coronavírus.

Os especialistas médicos da Casa Branca previram que entre 100.000 e 240.000 norte-americanos podem ser mortos na pandemia, mesmo que as ordens de ficar em casa sejam seguidas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).