Jeff Bezos perde quase US$ 10 bilhões de patrimônio líquido em um dia

Anadolu Agency- Colaborador/ Getty Images
Anadolu Agency- Colaborador/ Getty Images

Fortuna de 10 bilionários diminuiu US$ 32 bilhões com queda de ações de tecnologia

Enquanto os investidores vendem suas ações das suas queridinhas de tecnologia como Amazon, Facebook e Tesla, alguns dos maiores ganhadores bilionários durante a pandemia do coronavírus sofreram grandes perdas em suas fortunas ontem (30). Jeff Bezos, a pessoa mais rica do mundo, perdeu US$ 9,5 bilhões de seu patrimônio líquido em um dia, já que as ações da Amazon caíram mais de 5%, mesmo depois de reportar ganhos melhores do que o esperado para o terceiro trimestre na quinta-feira (29).

O pioneiro do varejo online, que agora vale US$ 179,4 bilhões, perdeu cerca de US$ 20 bilhões em comparação com a sexta-feira da semana passada (23), já que as bolsas S&P 500 e Nasdaq registraram perdas de mais de 5% no período. E a ex-mulher de Bezos, Mackenzie Scott, que recebeu um quarto de sua participação na Amazon no divórcio, teve queda de US$ 3,3 bilhões no fechamento de ontem.

LEIA MAIS: Fortuna de Jeff Bezos vai novamente a mais US$ 200 bilhões

O cofundador do Facebook, Mark Zuckerberg, que testemunhou em uma audiência no Congresso –na qual os senadores norte-americanos republicanos alegam a censura de conteúdos conservadores e exigiram a audiência com os magnatas– ao lado de Jack Dorsey, fundador do Twitter, e de Sundar Pichai, do Google, em 28 de outubro, é o segundo maior perdedor de ontem. As ações da gigante de mídia social caíram 6,3% em um dia, reduzindo US$ 6,4 bilhões do patrimônio líquido de Zuckerberg. O Facebook anunciou uma ligeira queda no número de usuários norte-americanos na quinta-feira (29), ao divulgar seus resultados do terceiro trimestre. Apesar do crescimento de receita, a empresa compartilhou poucas orientações financeiras para o quarto trimestre ou 2021. Além das incertezas criadas pela pandemia da Covid-19, o Facebook também enfrenta um escrutínio cada vez maior para moderar o seu conteúdo político, à medida que a eleição presidencial dos Estados Unidos se aproxima em 3 de novembro.

Vários bilionários de tecnologia cujas fortunas aumentaram durante a recuperação do mercado de ações a partir de junho, também viram grandes perdas ontem. Elon Musk, da Tesla, cujo preço das ações da fabricante de veículos elétricos mais do que triplicou desde março, caiu US$ 4,3 bilhões. Ele agora vale US$ 87 bilhões. Dan Gilbert, da financiadora hipotecária online Rocket Companies, viu as ações de sua empresa saltarem quase 75% no primeiro mês após o IPO (oferta inicial pública) de agosto, mas as ações desde então desabaram. O declínio de 3,5% no preço das ações ontem derrubou o patrimônio líquido de Gilbert em US$ 1,3 bilhão.

Até mesmo a Zoom Video Communications, a empresa de videoconferência que viu seu uso disparar na era de home office, caiu ontem. Suas ações sofreram queda de quase 6%. O fundador e CEO Eric Yuan, que possui 22% da empresa, perdeu US$ 1,3 bilhão de sua fortuna. Ele agora vale US$ 20,2 bilhões. Ainda assim, isso é significativamente maior do que os US$ 11 bilhões que ele valia no final de julho.

Um trio de empreendedores de tecnologia da Ásia também estava entre os maiores perdedores de ontem. Colin Zheng Huang está US$ 1,5 bilhão mais pobre, já que as ações de sua empresa de descontos online listada na Nasdaq, Pinduoduo, caíram 4,4% em um dia. O ex-aluno da Universidade de Wisconsin fundou a Pinduoduo em 2015. Agora se tornou um dos maiores sites de comércio eletrônico da China, graças ao seu preço barato e recursos de compra em grupo.

Ma Huateng, também conhecido como Pony Ma, viu seu patrimônio líquido cair em US$ 1,3 bilhão ontem. Sua gigante de mídia de internet listada em Hong Kong, Tencent, tem sido atacada recentemente nos EUA, quando o presidente norte-americano Donald Trump tentou proibir seu popular aplicativo de mensagens WeChat devido a questões de segurança e privacidade. Já uma das mulheres mais ricas do mundo, Zhou Qunfei, também está entre os dez maiores perdedores do dia. As ações de sua empresa fornecedora de vidro para smartphones, Lens Technology, caíram 8,9%, um dia depois de um de seus clientes, a Apple, anunciar vendas nada impressionantes do iPhone. Zhou agora vale US$ 15,9 bilhões, queda de US$ 1,5 bilhão em relação à quinta-feira.

LEIA MAIS: Os 10 bilionários que mais ganharam na última semana

Veja, na galeria de fotos a seguir, os 10 bilionários que mais perderam ontem (variação do patrimônio líquido vai do fechamento dos mercados na quinta-feira (29) até ontem):

  • 10. Zhang Yong

    Patrimônio: US$ 20,4 bilhões (queda de US$ 1,2 bilhão)
    País: Singapura
    Fonte de riqueza: Restaurantes

    Divulgação/Forbes
  • 7. Eric Yuan e família

    Patrimônio: US$ 20,2 bilhões (queda de US$ 1,3 bilhão)
    País: Estados Unidos
    Fonte de riqueza: Zoom

    Divulgação/Forbes
  • 7. Daniel Gilbert

    Patrimônio: US$ 39 bilhões (queda de U$$ 1,3 bilhão)
    País: Estados Unidos
    Fonte de riqueza: Rocket Companies

    Nicholas Hunt- Equipe/ GettyImages
  • 7. Ma Huateng

    Patrimônio: US$ 57,8 bilhões (queda de US$ 1,3 bilhão)
    País: China
    Fonte de riqueza: Mídia de internet

    Getty Images
  • 5. Zhou Qunfei e família

    Patrimônio: US$ 15,9 bilhões (queda de US$ 1,5 bilhão)
    País: Hong Kong
    Fonte de riqueza: telas de smartphone

    Divulgação/Forbes
  • 5. Colin Zheng Huang

    Patrimônio: US$ 31,7 bilhões (queda de US$ 1,5 bilhão)
    País: China
    Fonte de riqueza: e-commerce

    Divulgação/Forbes
  • 4. Mackenzie Scott

    Patrimônio: US$ 57,5 bilhões (queda de US$ 3,3 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte de riqueza: Amazon

    Getty Images
  • 3. Elon Musk

    Patrimônio: US$ 87 bilhões (queda de US$ 4,3 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte de riqueza: Tesla, SpaceX

    Getty Images
  • 2. Mark Zuckerberg

    Patrimônio: US$ 96,7 bilhões (queda de US$ 6,4 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte de riqueza: Facebook

    Leah Millis/ Reuters
  • 1. Jeff Bezos

    Patrimônio: US$ 179,4 bilhões (queda de US$ 9,5 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte de riqueza: Amazon

    Anadolu Agency- Colaborador/ Getty Images

10. Zhang Yong

Patrimônio: US$ 20,4 bilhões (queda de US$ 1,2 bilhão)
País: Singapura
Fonte de riqueza: Restaurantes

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).