Rei da cannabis: Boris Jordan se torna o único bilionário da maconha

Reprodução Forbes
Boris Jordan único bilionário identificado pela Forbes cuja fortuna vem da indústria da maconha

Resumo

  • Boris Jordan, presidente da Curaleaf, tornou-se o primeiro bilionário da indústria de cannabis, com uma fortuna estimada em US$ 1,1 bilhão;
  • A empresa administrada por Jordan é a sexta mais valiosa do mundo no setor;
  • O empresário também possui participações em companhias europeias com a empresa de investimentos privados fundada por ele em 1998, a Sputnik Group.

O presidente da Curaleaf, Boris Jordan, acumulou uma fortuna de US$ 1,1 bilhão, segundo reportagem da Forbes Russia. Isso o torna o único bilionário identificado pela Forbes cuja fortuna vem da indústria da maconha.

VEJA TAMBÉM: Igreja britânica investe de fundo de US$ 10 bi em maconha

A Curaleaf, com sede em Massachusetts, é a sexta empresa de cannabis mais valiosa do mundo e a maior varejista por valor de mercado nos EUA, segundo o Cannabis Market Cap. Jodan possui participação de 31% da empresa.

O novo bilionário também tem investimentos consideráveis ​​em várias empresas europeias e russas por meio do Sputnik Group, uma companhia de capital privado fundada por ele em 1998.

Jordan também fundou a Measure 8 Ventures, uma empresa focada em investimentos na indústria da maconha. A Curaleaf possui e opera 48 dispensários de maconha medicinal em 12 estados, segundo o site da empresa, e entrou agressivamente no mercado recreativo com aquisições recentes das companhias de cannabis Crua e Grassroots.

Jordan disse ao site de notícias financeiras “Benzinga” no ano passado que vê a Curaleaf, que planta e processa sua própria maconha, como a Starbucks da cannabis.

E AINDA: Seth Rogen lança marca de maconha no Canadá

Ainda não se sabe, porém, como regulamentações futuras poderão impactar a empresa. As ações da companhia afundaram em julho, quando o FDA, agência que regulamenta alimentos e medicamentos nos EUA, emitiu um alerta para a venda de produtos à base de canabidiol com alegações médicas sem fundamento.

Jordan é um cidadão americano com ascendência russa. Após se formar na Universidade de Nova York, da qual faz parte do conselho de administração, o bilionário começou sua carreira em 1987 na agora extinta empresa de investimentos Kidder Peabody. A partir daí, liderou a divisão de banco de investimento do Credit Suisse First Boston na Rússia, que estava em fase de transformação da economia após o fim da União Soviética. Jordan é presidente do Sputnik Group e da Renaissance Insurance, uma das maiores companhias de seguros da Rússia.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).