5 empresas revolucionárias para ficar de olho em 2020

GettyImages/10'000Hours
Diversas áreas ainda podem crescer e se tornar mais eficientes com a adoção das novas tecnologias

Resumo:

  • Mesmo com as diversas tecnologias avançadas disponíveis no mercado, muitos negócios tradicionais não foram impactados o suficiente;
  • Áreas como saúde e seguros são exemplos de segmentos que não tiram todo o proveito que podem de tecnologias como inteligência artificial;
  • Veja cinco empresas que criaram soluções revolucionárias e que devem ser destaque no próximo ano.

Apesar de toda a alta tecnologia disponível e amplamente adotada no mundo dos negócios, muitas indústrias tradicionais não foram significativamente afetadas. Certamente, os desenvolvimentos em impressão 3D, big data, computação em nuvem criaram novos setores para si. No entanto, segmentos clássicos, como assistência médica e seguros, não aproveitaram o verdadeiro potencial de tecnologias como inteligência artificial para mudar a maneira como fazem as coisas.

LEIA MAIS: Como empresas usam inteligência artificial para evitar fraudes

Dito isto, sempre há inovadores e desbravadores que buscam mudanças revolucionárias em seu setor. Recentemente, indústrias como logística, saúde e seguros, para citar alguns, viram o surgimento de empresas que realmente mudaram as regras do jogo.

Confira, na galeria a seguir, cinco das empresas revolucionárias que merecem atenção em 2020:

  • 1. Montway

    Há um aspecto crítico da indústria automobilística que é frequentemente esquecido: remessa e entrega de carros. Toda concessionária, grande ou pequena, depende do envio de seus produtos automaticamente. As pessoas que se deslocam pelo país precisam transportar seus veículos. E as operadoras precisam se conectar a elas para fazer tudo funcionar. Com empresas como Carvana, Uber e Lyft afetando significativamente o setor automotivo, as redes de entrega automática são uma área crucial de oportunidade para empresas empreendedoras.

    A Montway fornece soluções de transporte automático para pessoas físicas e jurídicas. Grandes montadoras, como General Motors, Tesla, Nissan, Volkswagen e Audi utilizam a Montway, assim como grandes empresas de mudanças como Atlas, Allied, North American, Mayflower e United Van Lines, além da Graebel Relocation Solutions. A Move.org até nomeou a Montway como uma das melhores companhias de transporte de carros em 2019.

    Agora, a empresa está revolucionando a ala B2B para qualquer tipo de negócio automotivo. Depois de redirecionar sua tecnologia e trazer alguns líderes importantes da indústria automobilística, a experiência da Montway estará disponível para todas as concessionárias de carros, fabricantes, mudanças, realocações e outros tipos de automotivas em todos os Estados Unidos.

    Obter cotações instantâneas e rastrear pedidos, por exemplo, permitirá que os revendedores executem entregas em domicílio e vendam seus carros para clientes online em qualquer lugar do país. Como líder concreto do setor de gerenciamento de transporte de automóveis, será interessante ver o impacto que a Montway pode ter ao expandir suas ofertas.

  • 2. Imagen

    É óbvio que a inteligência artificial está mudando completamente o nosso mundo, afetando todos os tipos de indústrias e setores. Mas uma área que parece especialmente propícia a ser impactada profundamente pela IA é a assistência médica. Atualmente, há uma superabundância de informações, com o campo da saúde exibindo mais dados médicos por pessoa do que nunca. Com tantas informações e um número limitado de pessoas para analisá-las e aplicá-las na prática, a IA deve desempenhar um grande papel ao tornar essa massa de dados mais útil.

    Um líder nesse campo é a Imagen, uma startup com sede em Nova York, fundada em 2016, que cria software de IA de ponta para o campo da medicina. Segundo site especializado em startups “AngelList”, o objetivo de curto prazo da empresa é reduzir erros de diagnóstico em radiologia e melhorar os resultados dos pacientes. No longo prazo, a Imagen planeja transformar a identificação e o gerenciamento precoce de doenças usando suas pesquisas interdisciplinares em medicina e IA. A empresa levantou US$ 60 milhões em financiamento total, de acordo com a Crunchbase.

    A Imagen já fez progresso real no campo da IA ​​na medicina. Ela desenvolveu o software OsteoDetect, que usa algoritmos para verificar imagens de raios-X em busca de um tipo comum de fratura no osso do pulso. O programa lê imagens de pulsos adultos em diferentes posições e depois identifica regiões com possíveis fraturas, de acordo com o “MobiHealthNews”, site de notícias de saúde. O software da Imagen foi aprovado pelo FDA em 2018.

  • 3. Lemonade

    Os sentimentos que o seguro evoca em leigos podem variar desde o tédio total até a intimidação avassaladora. O preenchimento de uma reivindicação de seguro pode levar uma eternidade, com toneladas de papelada, para não mencionar o tempo necessário para o processamento e para receber a reivindicação. O que aconteceu com o segurador da década de 1950, que, na maioria das vezes, atuava como consultor amigável e confidente da família norte-americana?

    É aí que entra a Lemonade. Fundada em 2015, é “uma companhia de seguros que oferece um produto final completo, alimentada por IA e economia comportamental e impulsionada pelo bem social”, de acordo com o “Crunchbase”, plataforma que reúne informações sobre empresas nos EUA. A jovem empresa de seguros levantou US$ 480 milhões em financiamento e pretende reinventar o processo de seguro, tornando-o mais fácil, amigável e rápido.

    Nas origens da empresa, estão Daniel Schreiber e Shai Winingerand, cofundadores e CEO e COO da Lemonade, respectivamente, que encontraram uma oportunidade incomum no espaço de seguros. Segundo o site “Inc.com”, Schreiber notou que a maioria das companhias de seguros geralmente não é descrita em termos agradáveis ​​ou bondosos. Ele quer mudar tudo isso e criar uma experiência de seguro totalmente nova.

    A Lemonade transforma o modelo tradicional de seguros pagando sinistros quase instantaneamente e, em um nível mais fundamental, dando aos clientes “prêmios que você paga como se fosse seu dinheiro, não nosso”, segundo o site deles. O ponto principal é que a Lemonade não se beneficia como empresa por atrasar ou negar reivindicações, algo que as seguradoras tradicionais costumam fazer. Em vez disso, eles são pagos por meio da taxa fixa paga pelo serviço prestado. E, quando você se inscreve na Lemonade, escolhe uma organização sem fins lucrativos que recebe uma parte de qualquer dinheiro não reclamado que resta até o final do ano.

  • 4. Cainiao

    A Cainiao é uma empresa de logística que foi lançada pelo Alibaba Group em conjunto com outras oito em maio de 2013. Originalmente chamada China Smart Logistics Network, a Cainiao presta serviços ao Alibaba, operando armazéns, estações de entrega expressa e uma plataforma de informações logísticas que fornece acesso em tempo real a informações para compradores e vendedores. A empresa, no entanto, está se mostrando ambiciosa e impactante, e não só um braço do Alibaba.

    A Cainiao se associou à China Life Insurance, a maior seguradora da China continental, para criar um fundo de 8,5 bilhões de yuans (US$ 1,24 bilhão), a fim de financiar a expansão de sua rede nacional de instalações de armazenamento e manuseio “inteligentes”, de acordo com o “South China Morning Post”.

    Em 2019, a empresa deu outro grande passo, anunciando planos para um grande esforço para a digitalização do setor de logística e transporte da China. De acordo com a Lloyd’s Loading List, a Cainiao apresentará uma série de tecnologias e serviços avançados, como uma plataforma de Internet das Coisas (IoT) recentemente desenvolvida em todo o país, que permitirá que parceiros e desenvolvedores compartilhem informações e estabeleçam protocolos padrão para ajudar as empresas de logística a implantar soluções de IoT em escala. O plano de três anos pretende gerar US$ 7,25 bilhões em valor para o setor e procura conectar 100 milhões de dispositivos inteligentes -como dispositivos conectados, robôs de armazém e entrega, e sistemas de gerenciamento baseados em algoritmos- às suas tecnologias de IoT.

  • 5. Flywire

    Nos últimos anos, novas fintechs parecem surgir a cada dois dias. Embora existam algumas empresas de tecnologia de banda larga de valor questionável por aí, a Flywire não é uma delas. Esta fintech de Boston encontrou um espaço importante e esquecido que precisa de uma infusão de tecnologia. A empresa ajuda universidades, hospitais e empresas a receber pagamentos em moedas estrangeiras, uma questão cada vez mais relevante em um mundo em globalização cada vez mais rápida.

    A Flywire nasceu de um problema comum com o qual muitos estudantes universitários internacionais lidam: pagar as mensalidades da faculdade no país em que estudam. Se um estudante estrangeiro estiver frequentando uma universidade dos Estados Unidos, provavelmente terá de pagar em dólares. Isso geralmente requer uma transferência bancária, que vem com taxas pesadas sobre o câmbio e, às vezes, pode demorar vários dias para ser processada.

    Para resolver isso, a Flywire cria um software que conecta bancos a universidades. Com essa tecnologia, estudantes estrangeiros podem pagar na moeda nativa e também por meio de aplicativos de pagamento que conseguem usar confortavelmente. Além disso, a Flywire é acessível e rápida, oferecendo taxas de 2% a 3%, o que equivale a metade do que os bancos cobram, e finaliza transações em dois dias. Ela já tem 900 clientes de ensino superior, incluindo sete das oito faculdades da Ivy League, e fez parceria com a UnionPay International, uma instituição financeira proeminente e fornecedora de cartões de banco na China continental, de acordo com o site “GlobeNewswire”.

1. Montway

Há um aspecto crítico da indústria automobilística que é frequentemente esquecido: remessa e entrega de carros. Toda concessionária, grande ou pequena, depende do envio de seus produtos automaticamente. As pessoas que se deslocam pelo país precisam transportar seus veículos. E as operadoras precisam se conectar a elas para fazer tudo funcionar. Com empresas como Carvana, Uber e Lyft afetando significativamente o setor automotivo, as redes de entrega automática são uma área crucial de oportunidade para empresas empreendedoras.

A Montway fornece soluções de transporte automático para pessoas físicas e jurídicas. Grandes montadoras, como General Motors, Tesla, Nissan, Volkswagen e Audi utilizam a Montway, assim como grandes empresas de mudanças como Atlas, Allied, North American, Mayflower e United Van Lines, além da Graebel Relocation Solutions. A Move.org até nomeou a Montway como uma das melhores companhias de transporte de carros em 2019.

Agora, a empresa está revolucionando a ala B2B para qualquer tipo de negócio automotivo. Depois de redirecionar sua tecnologia e trazer alguns líderes importantes da indústria automobilística, a experiência da Montway estará disponível para todas as concessionárias de carros, fabricantes, mudanças, realocações e outros tipos de automotivas em todos os Estados Unidos.

Obter cotações instantâneas e rastrear pedidos, por exemplo, permitirá que os revendedores executem entregas em domicílio e vendam seus carros para clientes online em qualquer lugar do país. Como líder concreto do setor de gerenciamento de transporte de automóveis, será interessante ver o impacto que a Montway pode ter ao expandir suas ofertas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).