Warren Buffett desiste de jornais e vende negócios por US$ 140 mi

Conglomerado Berkshire Hathaway é dono de 31 veículos diários e 49 semanais.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Warren Buffett, bilionário dono da Berkshire Hathaway

Acessibilidade


A Berkshire Hathaway, do bilionário Warren Buffett, venderá seus negócios relacionados a jornais para a Lee Enterprises por US$ 140 milhões, abandonando um setor que o investidor defendia há muito tempo, mas que passa por deterioração de perspectivas financeiras.

A transação inclui 31 jornais diários e 49 semanais, incluindo o “Omaha World-Herald” na cidade natal da Berkshire, no Estado norte-americano do Nebraska. A Lee possui 50 jornais diários, incluindo o “St. Louis Post-Dispatch”, e desde julho de 2018 administra a maioria dos jornais da Berkshire.

LEIA MAIS: Warren Buffett vai doar US$ 3,6 bi em ações da Berkshire Hathaway

Como parte da transação, a companhia também se tornará a única credora da Lee, refinanciando a dívida da empresa e emprestando US$ 576 milhões a uma taxa de juros de 9%.

A Berkshire, que comprou a maioria de seus jornais na última década, não comentou o assunto.
Buffett disse aos acionistas no site da Berkshire que “não tem nenhum interesse” em vender bons negócios e está muito relutante em vender operações com desempenho abaixo do esperado, que deveriam gerar capital e serem bem administradas. Mas ele lamentou o declínio da indústria jornalística, pois a internet priva os jornais tradicionais de fluxos de receita.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: