Siemens se une à fabricante sueca de baterias de lítio

Northvolt pretende produzir 32 gigawatts/hora e competir com EUA e China.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/Facebook

No início deste ano, a Northvolt obteve a aprovação de um empréstimo de € 52,5 milhões do Banco Europeu de Investimento

Acessibilidade


A sueca Northvolt, com sede em Estocolmo, está construindo uma instalação de demonstração para desenvolver baterias de lítio em escala industrial. A empresa pretende produzir 32 gigawatts/hora (GWh) de capacidade por ano, competindo com fábricas dos Estados Unidos e da China.

LEIA MAIS: Apple vê “grande demanda” por substituição de bateria de iPhones

A fábrica de baterias está progredindo rapidamente. No início deste ano, a Northvolt obteve a aprovação de um empréstimo de € 52,5 milhões do Banco Europeu de Investimento (BEI) para ajudar o projeto.

A Siemens está agora se juntando ao projeto como parceira, cliente e fornecedora de tecnologia. O conglomerado alemão fornecerá à Northvolt o acesso ao seu portfólio “Digital Enterprise”, formado por computação em nuvem, design, fabricação e serviços de software.

Além disso, o conglomerado alemão está fazendo um investimento inicial de € 10 milhões para apoiar o desenvolvimento da fábrica. Ele também se tornará um comprador das novas baterias de lítio assim que a construção for finalizada, em 2020, fazendo da Northvolt uma fornecedora preferencial.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O cofundador e CEO da empresa sueca, Peter Carlsson, diz: “A indústria europeia está se movendo rapidamente em direção à eletrificação. Com sua expertise no assunto em nível mundial – além de automação e digitalização -, a Siemens se tornará um importante parceiro, fornecedor e cliente de tecnologia da Northvolt nessa transição. Quando começarmos a produção em grande escala, nosso objetivo é fornecer as baterias de lítio mais ecológicas do mundo”.

Jan Mrosik, CEO da Siemens Digital Factory Division, acrescentou: “Estamos felizes em apoiar a Northvolt na construção da fábrica de baterias do futuro. Com o nosso portfólio, contribuímos para uma produção competitiva de células de bateria na Europa, que explora plenamente os benefícios do software e da automação – maior flexibilidade, eficiência e qualidade com menor tempo no mercado”.

Compartilhe esta publicação: