6 maneiras de começar com sucesso o seu novo trabalho

Getty Images
O feedback é fundamental para saber como os outros o enxergam, além de oferecer uma noção sobre suas expectativas.

Se você pretende passar um bom tempo em seu novo emprego, é importante começar com o pé direito. Já conhecemos o ditado que diz que só temos uma chance de causar uma boa primeira impressão. De acordo com a “Harvard Business Review”, quase metade dos funcionários de nível sênior falha nos primeiros 18 meses em um novo emprego. Como você pode evitar se tornar uma dessas pessoas? O segredo é se concentrar na integração.

LEIA MAIS: 5 dicas para gerenciar conflitos no local de trabalho

Descobri que muitos executivos de nível médio estão ansiosos para ter novas funções. Mas acredito que, quanto mais preparados eles estiverem para essa mudança, melhor saberão administrá-la, sobressaindo-se em uma nova oportunidade. Esta preparação começa com o processo de integração.

Onboarding é o nome dado para esse processo. E ele não consiste apenas em uma breve introdução às culturas das empresas, como praticam algumas delas. A integração verdadeira é longa e pode levar de três a 12 meses.

Algumas empresas contam com programas formais de integração, enquanto outras são um pouco mais tranquilas quanto aos seus métodos. Em ambos os casos, acredito que o novo funcionário deve ajudar a conduzir seu próprio processo de integração, a fim de garantir o sucesso. Seja deliberado e proativo enquanto se integra.

Veja, na galeria abaixo, 6 caminhos que podem ser a chave do sucesso em seu novo emprego:

  • 1. Entenda a cultura

    Não subestime a dificuldade de mergulhar na cultura de um novo trabalho. Cultura corporativa é um conjunto de crenças, valores e comportamentos aos quais uma organização adere. Cada empresa tem uma cultura única, que cresce e se transforma ao longo do tempo.

    Fazer as coisas do seu jeito, sem levar em conta as normas estabelecidas, pode levar você a ser visto como um olhar negativo. Já vi executivos, por exemplo, insultarem outras pessoas ao julgarem decisões anteriores sem saberem a história ou o motivo pelo qual aquelas escolhas foram feitas.

    Para entender melhor a empresa, converse com colegas de trabalho e peça para que eles lhe contem um pouco sobre a cultura. Observe a maneira como as coisas são feitas. Preste atenção em como as decisões são tomadas. É geralmente de forma individual ou um consenso? Como os membros da equipe se comunicam? As conversas são informais ou formais? Não tenha vergonha de observar – e nem de perguntar. Descobri que algumas das normas culturais acabam se tornando comuns depois de certo tempo, logo, as pessoas não pensam nelas em suas descrições.

  • 2. Saiba quem são as pessoas mais engajadas da empresa

    Para muita gente, parece difícil ter um impacto significativo sem trabalhar “em toda a empresa” – o famoso “faz tudo”. Portanto, é importante identificar quem são os mais engajados da empresa. Eles podem ser funcionários internos ou externos, subordinados diretos ou gerentes seniores. Tenha uma visão 360 graus e identifique-os.

    Depois de determinar quem são eles, entre em contato. Conheça um a um e escute-os. O propósito da sua primeira reunião não é falar sobre você, mas sim fazer perguntas e ouvir. Descubra as prioridades, as formas de comunicação e como você pode progredir junto a eles. Não há melhor maneira de começar um relacionamento do que ouvindo e construindo confiança.

  • 3. Seja claro quanto a seu tempo e suas expectativas

    É importante saber quem contribuiu para o seu desempenho, quais são suas expectativas e o tempo que isso pode levar. Não pense que você só precisa saber aquilo que o seu supervisor espera. É provável que outras pessoas façam comentários sobre você e seu desempenho. Depois de identificar o que seus colegas de equipe esperam de você, reúna-se com eles periodicamente para revisar seus resultados, certificando-se de que está obtendo progresso.

  • 4. Saiba onde e como obter recursos

    Se você deseja realizar seu trabalho de maneira eficiente, é importante encontrar recursos tecnológicos e administrativos. Muitas vezes, os responsáveis por eles têm muitos “clientes”, já que geralmente apoiam os grupos em suas organizações atuais. Se você está com dificuldades e precisa de um recurso, certifique-se de saber quem contatar e onde ele está. O mais importante é lembrá-los de seu valor para a empresa.

  • 5. Seja proativo e procure por feedbacks

    O feedback é fundamental para saber como os outros o enxergam, além de oferecer uma noção sobre suas expectativas. Mas, se você for um líder, não espere que as pessoas lhe dêem um retorno de forma proativa. Pedir isso aos funcionários pode ser complicado e desconfortável para alguns. Portanto, acredito que você deve assumir o controle, buscando o feedback por si só. Faça perguntas para receber informações válidas. Você poderia, por exemplo, perguntar o que eles fariam diferente se estivessem no seu lugar ou quais seriam as três coisas que eles mudariam e por quê.

    Solicite o feedback regular de colegas, parceiros de negócios internos e externos e da sua gerência.

  • 6. Faça um balanço e refine sua estratégia

    Com base no que você aprendeu nas cinco primeiras etapas, agora é hora de avaliar sua estratégia e fazer refinamentos. Continue aprendendo sobre a cultura da empresa e buscando feedbacks. Aplique novas aprendizados e refine sua estratégia de forma positiva.

    Você deve liderar. Assumir o controle do processo de integração pode ajudá-lo a ter maior impacto e um longo mandato.

1. Entenda a cultura

Não subestime a dificuldade de mergulhar na cultura de um novo trabalho. Cultura corporativa é um conjunto de crenças, valores e comportamentos aos quais uma organização adere. Cada empresa tem uma cultura única, que cresce e se transforma ao longo do tempo.

Fazer as coisas do seu jeito, sem levar em conta as normas estabelecidas, pode levar você a ser visto como um olhar negativo. Já vi executivos, por exemplo, insultarem outras pessoas ao julgarem decisões anteriores sem saberem a história ou o motivo pelo qual aquelas escolhas foram feitas.

Para entender melhor a empresa, converse com colegas de trabalho e peça para que eles lhe contem um pouco sobre a cultura. Observe a maneira como as coisas são feitas. Preste atenção em como as decisões são tomadas. É geralmente de forma individual ou um consenso? Como os membros da equipe se comunicam? As conversas são informais ou formais? Não tenha vergonha de observar – e nem de perguntar. Descobri que algumas das normas culturais acabam se tornando comuns depois de certo tempo, logo, as pessoas não pensam nelas em suas descrições.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).