5 sinais de que é hora de contratar um coach de carreira

gettyimages-Hinterhaus-Productions
Quando a ansiedade migra da sua área de trabalho para sua vida pessoal, talvez você precise de ajuda

Resumo:

  • Se sua ansiedade está invadindo sua carreira e sua vida pessoal, talvez seja hora de pedir ajuda; 
  • Um coach de carreira é uma boa alternativa para auxiliá-lo a enxergar a situação com mais clareza; 
  • Veja abaixo 5 sinais de que você precisa de ajuda externa.

Você não quer apenas um emprego. Você quer uma nova carreira, um trabalho satisfatório ou um negócio próspero.

Qualquer que seja o motivo, você começou a se sentir perdido, inseguro e sem entusiasmo em relação à sua vida profissional. A ansiedade está invadindo seu corpo e você está começando a se perguntar se deve procurar ajuda.

LEIA TAMBÉM: 13 sinais de que seu trabalho é tóxico

Se você é como eu costumava ser, deve estar pensando: “Eu posso fazer isso sozinho! Sou forte!”. E, provavelmente, é mesmo, mas chega um momento em que é de seu próprio interesse poupar tempo e dor e contratar um especialista que ofereça uma perspectiva externa para apoiar o seu futuro.

Embora alguns sinais possam parecer óbvios, nem sempre é claro quando é hora de procurar ajuda para avançar na carreira. Veja, a seguir, 5 sinais de que é hora de investir em um coach de carreira.

  • 1. Sua angústia no trabalho está caminhando para outras áreas da sua vida

    Talvez você esteja entediado ou frustrado com seu trabalho. Essa irritabilidade começou a afetar a maneira como você realiza suas tarefas, e seus relacionamentos também começaram a viver uma fase nebulosa. Você faria algo a respeito, mas o problema é não saber quais outras carreiras ou caminhos poderia seguir. O pensamento de deixar um emprego miserável, apenas para aceitar outro emprego miserável, o assusta.

    A maioria dos clientes com quem trabalho diz que sua insatisfação no trabalho era uma coisa, mas uma vez que isso começou a afetar todo o resto da vida, eles sabiam que era hora de procurar orientação e apoio externo.

    Você pode estar pensando: “Parece que preciso de um terapeuta”. A diferença entre um psicólogo e um coach é que o primeiro se concentrará em procurar a cura no passado, enquanto o segundo terá como foco o futuro e a criação de estratégias para gerar um resultado visível.

  • 2. Você não tem uma visão clara e não sabe o que fazer

    Quando estava me sentindo inseguro sobre o caminho a seguir e contratei meu primeiro coach, tinha uma ideia geral do que queria: iniciar um negócio para ajudar as pessoas. Acontece que eu não tinha clareza sobre detalhes mais específicos, nem sabia como colocar tudo isso em ação. Graças ao meu coach, há uma década eu descobri minha vocação e criei uma empresa que gerou muito lucro em apenas um ano.

    Você pode estar sentindo que seu mundo inteiro precisa mudar – e talvez precise mesmo. Mas, às vezes, é necessário apenas uma perspectiva externa para ajudá-lo a corrigir um pouco o curso. Com o tempo, descobri que a maioria das pessoas está apenas a alguns milímetros de distância da carreira certa para elas.

  • 3. Suas ações não suportam seus objetivos

    Você é claro sobre onde quer estar, mas continua a tomar decisões autodestrutivas que o mantém ligado aos maus hábitos. É aqui que o comprometimento entra em jogo: você sente que pode não estar engajado o bastante para fazer com que seus sonhos se tornem realidade?

    Sua visão pode parecer tão grande que se torna paralisante, e você precisa de ajuda para dar pequenos passos em direção ao seu grande objetivo.

    Tive muitos clientes que me procuraram completamente sobrecarregados. Sobrecarregar é, geralmente, um padrão ou mecanismo de proteção, por isso tenho a tendência de começar o trabalho com alguns exercícios de configuração da mente. Nas palavras de John Assaraf: “Quando você está interessado, faz o que for conveniente. Quando está comprometido, faz o que for preciso”.

    O sentimento de esgotamento ou falta de compromisso pode ser resultado do medo do sucesso, do fracasso ou do desconhecido. Todas essas aflições exigem mudanças de mentalidade que a maioria das pessoas é capaz de fazer, mas precisam de apoio no processo. Como coach de carreira, eu as ajudo a eliminarem bloqueios e a atingirem os níveis de comprometimento e crescimento pessoal que ainda não conseguiram.

  • 4. Você está sempre em busca de emprego

    A inquietação de procurar emprego com muita frequência é um dos sinais mais óbvios de que você precisa de ajuda. Quando há uma incapacidade de se manter em uma determinada posição, com mudanças a cada oito ou 12 meses, é hora de procurar apoio.

    Talvez esse padrão seja resultado da perda de um emprego devido à falta de ética ou performance, ou seja, um subproduto da insatisfação constante nos papéis que desempenha. Seja qual for o caso, esse processo de candidatura a novos empregos e mudanças de posição vai cobrar seu preço – emocional, física e profissionalmente.

    Se esse padrão continuar, vai acabar levantando um sinal de alerta e as empresas passarão a enxergá-lo como alguém avesso a compromisso ou com baixa resiliência. A imagem da pessoa que vai embora quando as coisas complicam. Para acabar com esse padrão, um coach deverá ser capaz de chegar à raiz da insatisfação e ajudá-lo a criar uma carreira que atenda às suas necessidades de curto e longo prazos.

  • 5. Você faz entrevistas de emprego, mas não é chamado para nenhuma vaga

    Você pode ter um plano sólido em ação, o que é ótimo. Mas, então, por que não consegue os empregos para os quais se candidata? Porque ninguém ensina como se comunicar em uma entrevista de emprego. Não é algo que aprendemos na escola.

    Você precisa de uma auto-avaliação de suas habilidades de entrevista e procura de emprego. Essa é uma preocupação muito comum, pela qual muitos de meus clientes me procuram, e, felizmente, algo que pode ser resolvido rapidamente. Descobri que muitas pessoas têm tiques nervosos durante a entrevista ou respondem às perguntas de um jeito que não traduz seus pontos fortes. Aprender a responder a algumas perguntas difíceis o deixará à vontade e tornará o processo de entrevista muito mais bem-sucedido.

    Mesmo quando se tem um emprego, é preciso levar em consideração a marca profissional. Quando você está em busca de um novo trabalho, essa marca o ajudará no processo – e isso começa com um currículo forte. Um bom coach de carreira será capaz de ajudá-lo a elaborar um currículo sólido, escrever uma carta de apresentação que coloque a transição de carreira sob uma perspectiva positiva ou criar um discurso de elevador – curto e eficiente – para usar nas redes. A esperança não é uma estratégia, portanto, tenha um plano em movimento para conseguir o emprego dos seus sonhos.

1. Sua angústia no trabalho está caminhando para outras áreas da sua vida

Talvez você esteja entediado ou frustrado com seu trabalho. Essa irritabilidade começou a afetar a maneira como você realiza suas tarefas, e seus relacionamentos também começaram a viver uma fase nebulosa. Você faria algo a respeito, mas o problema é não saber quais outras carreiras ou caminhos poderia seguir. O pensamento de deixar um emprego miserável, apenas para aceitar outro emprego miserável, o assusta.

A maioria dos clientes com quem trabalho diz que sua insatisfação no trabalho era uma coisa, mas uma vez que isso começou a afetar todo o resto da vida, eles sabiam que era hora de procurar orientação e apoio externo.

Você pode estar pensando: “Parece que preciso de um terapeuta”. A diferença entre um psicólogo e um coach é que o primeiro se concentrará em procurar a cura no passado, enquanto o segundo terá como foco o futuro e a criação de estratégias para gerar um resultado visível.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).