5 razões por que líderes falham em igualdade racial e como consertar o problema

GettyImages/ Morsa Images
GettyImages/ Morsa Images

As empresas devem dedicar esforços para promover a inclusão racial dentro de seu quadro de funcionários

A igualdade racial está recebendo muita cobertura da mídia. Pedidos de mudanças na maneira como empresas e instituições gerenciam diversidade e inclusão, agora são uma narrativa comum nas comunidades ao redor do mundo, e os líderes estão sendo encarregados de melhorar as experiências de pessoas negras.

O tema do racismo se tornou viral, e colocou um foco maior nas lideranças para que as empresas se envolvam melhor com as comunidades negras e desenvolvam planos robustos para erradicar o racismo institucional.

LEIA MAIS: 5 maneiras de contribuir para melhorar a cultura de trabalho virtual da sua empresa

Empresas estão fazendo declarações públicas sobre a necessidade de revisitar suas estratégias de diversidade e inclusão e contratando gerentes para desenvolver programas de inclusão mais focados no problema.

  • 1. Entenda o que você está procurando

    Saber o que você deseja alcançar é um ótimo lugar para começar, mas não é o fim da questão. Há muito pânico em torno da diversidade e inclusão. As empresas têm procurado desenvolver estratégias de diversidade e inclusão que, em geral, falharam em atender às necessidades e preocupações dos negros, levando a uma situação em que os funcionários negros e suas comunidades falham em prosperar em níveis iguais.

    Incorporar diversidade e inclusão é uma área especializada. Os candidatos devem ter um entendimento profundo de “por que e como”, não apenas serem capazes de responder a perguntas ou debater a situação atual, de maneira generalista.

    Eles devem ter um profundo entendimento de como os empregadores chegaram à situação atual e, o mais importante, ter as habilidades e a experiência necessárias para ajudá-los a implementar soluções eficazes em toda a organização.

    Os líderes podem cair na armadilha de ouvir as respostas associadas ao ‘o quê’, por não entenderem as múltiplas facetas que abrangem a igualdade e a inclusão racial. O nível de conhecimento e prática especializados necessários para alcançar resultados robustos não devem ser subestimados.

    Um exemplo disso seria: se eu levar meu carro a um mecânico, confio que eles são qualificados e competentes e que entendem a relação entre o motor, o escapamento e outros componentes do meu carro. Faço isso porque minha segurança e a de minha família e amigos dependem disso. Preciso de um mecânico competente para garantir que o trabalho seja concluído com um alto padrão e forneça os resultados necessários para minha segurança.

    Da mesma forma, com igualdade de raça, diversidade e inclusão, é importante que os líderes saibam o que estão procurando e o que esperar em termos de conhecimento e experiência. É imperativo que eles considerem as inter-relações de como a igualdade racial afeta o potencial de progresso da empresa.

    Isso é essencial para o desenvolvimento efetivo e o progresso dos funcionários negros, que têm direito aos mesmos resultados de carreira e experiências no local de trabalho que seus colegas brancos. Também é essencial garantir que a marca possa proporcionar um ambiente aberto e inclusivo.

    Contratar pessoal competente para desenvolver os programas de diversidade e inclusão é uma coisa boa. É algo que é pertinente para aliviar as preocupações dos funcionários pretos e pardos. Mas somente se for feito corretamente.

    Antes de contratar um gerente de diversidade e inclusão de maneira apressada, pense se eles são generalistas ou especialistas e que experiência têm no desenvolvimento da igualdade racial. Escreva uma descrição do trabalho que seja específica a esse respeito e busque confirmação na fase da entrevista.

    GettyImages/ Luis Alvarez
  • 2. Falta de credibilidade

    Existe realmente um compromisso autêntico da liderança para desenvolver programas de igualdade racial? Sem isso, qualquer esforço para alcançar o sucesso fracassará. Pouco a pouco, iniciativas de curta duração não funcionarão. Investir em diversidade e inclusão é uma estratégia comercial de longo prazo, que é uma atividade contínua, e a igualdade racial é importante nesse planejamento.

    À medida que sua empresa desenvolve seu programa de diversidade e inclusão, ela deve procurar gerenciar a igualdade racial no nível de liderança. O fracasso em desenvolver o compromisso da liderança com a diversidade e a inclusão invalidará qualquer esforço para impulsionar a inclusão racial.

    A liderança deve garantir que está comprometida com propostas alcançáveis, que atue como um componente-chave do planejamento estratégico de negócios eficaz, prática organizacional e programa de desenvolvimento de processos de pessoas.

    Procure primeiro entender e promover a inclusão no topo dos negócios e desenvolver uma estratégia abrangente que apoie a igualdade racial.

    GettyImages/ Hinterhaus Productions
  • 3. Orçamento

    Não alocar orçamento suficiente e outros recursos para o programa de igualdade racial é um enorme passo para o fracasso. Se uma organização estiver realmente comprometida com a igualdade de raças, irá alocar orçamento e recursos suficientes para apoiar o tema.

    Um contrato de curto prazo para iniciar os trabalhos é bom, mas somente se o candidato tiver a experiência certa no desenvolvimento da igualdade organizacional de raças para obter uma estratégia abrangente, naquele tempo. Lembre-se de que uma empresa pagará pelo que considerar importante.

    A curto prazo, correções superficiais não são apropriadas. Elas não alcançarão resultados concretos e podem muito bem destacar a falta de compromisso com o desenvolvimento de uma estratégia confiável e duradoura.

    Aloque tempo, recursos e compromissos orçamentários para o desenvolvimento da igualdade racial e garanta que a liderança e os funcionários entendam o programa.

    GettyImages/ szjphoto
  • 4. Contratação na própria imagem

    Uma das questões históricas com programas de diversidade e inclusão é que eles não conseguiram desenvolver níveis autênticos e robustos de inclusão. Contratar alguém com formação em RH é útil, mas apenas se esse candidato puder demonstrar completamente o conhecimento e a experiência, sem levar em conta sua raça. A experiência vivida é útil, mas não na ausência de conhecimento especializado sobre diversidade e inclusão.

    O RH é predominantemente representado por mulheres brancas. É visto como uma profissão feminina branca, na qual o foco principal em torno da diversidade é o gênero, com níveis insignificantes de atenção na diversidade racial e étnica.

    Isso não significa que uma gerente de diversidade e inclusão mulher e branca seja ineficaz no papel. No entanto, destaca a preocupação de que a predominância de mulheres brancas na área de RH, que até então estava encarregada dos programas de igualdade, tenha demorado a desenvolver e alcançar resultados efetivos em torno da igualdade racial.

    Antes de contratar com pressa em um esforço para desenvolver programas raciais, pode ser útil considerar o seguinte:

    Você está obtendo o conhecimento e a experiência certos sobre diversidade e inclusão, juntamente com a experiência vivida?

    A descrição do seu trabalho detalha a experiência essencial correta para alcançar os resultados necessários?

    Você está fazendo as perguntas certas na entrevista?

    Seus próprios preconceitos afetam suas decisões de contratação?

    Buscar candidatos competentes para o papel de gerente de diversidade e inclusão é o primeiro passo para apoiar e desenvolver uma agenda viável em torno da igualdade racial.

    GettyImages/ Carlina Teteris
  • 5. Não há foco suficiente no desenvolvimento de talentos

    A diversidade e a inclusão no RH são essenciais para organizações eficazes, e a igualdade racial faz parte dos objetivos. Ela apoia o desenvolvimento de conhecimento e experiência nas estruturas de recursos humanos e aquisição de talentos, e é aqui que, juntamente com a liderança, grandes vitórias podem ser alcançadas.

    A progressão na carreira é importante para os negócios e a falta de oportunidades de desenvolvimento nas empresas para os funcionários negros é evidente. O enfoque nas barreiras às oportunidades de recrutamento e desenvolvimento de carreira proporcionará uma boa orientação aos empregadores, buscando abordar fundamentalmente questões de desigualdade racial.

    Os líderes devem garantir aumento de atividade em torno do desenvolvimento de estratégias abrangentes que apoiem ​​oportunidades para funcionários negros.

    GettyImages/ Thomas Barwick

1. Entenda o que você está procurando

Saber o que você deseja alcançar é um ótimo lugar para começar, mas não é o fim da questão. Há muito pânico em torno da diversidade e inclusão. As empresas têm procurado desenvolver estratégias de diversidade e inclusão que, em geral, falharam em atender às necessidades e preocupações dos negros, levando a uma situação em que os funcionários negros e suas comunidades falham em prosperar em níveis iguais.

Incorporar diversidade e inclusão é uma área especializada. Os candidatos devem ter um entendimento profundo de “por que e como”, não apenas serem capazes de responder a perguntas ou debater a situação atual, de maneira generalista.

Eles devem ter um profundo entendimento de como os empregadores chegaram à situação atual e, o mais importante, ter as habilidades e a experiência necessárias para ajudá-los a implementar soluções eficazes em toda a organização.

Os líderes podem cair na armadilha de ouvir as respostas associadas ao ‘o quê’, por não entenderem as múltiplas facetas que abrangem a igualdade e a inclusão racial. O nível de conhecimento e prática especializados necessários para alcançar resultados robustos não devem ser subestimados.

Um exemplo disso seria: se eu levar meu carro a um mecânico, confio que eles são qualificados e competentes e que entendem a relação entre o motor, o escapamento e outros componentes do meu carro. Faço isso porque minha segurança e a de minha família e amigos dependem disso. Preciso de um mecânico competente para garantir que o trabalho seja concluído com um alto padrão e forneça os resultados necessários para minha segurança.

Da mesma forma, com igualdade de raça, diversidade e inclusão, é importante que os líderes saibam o que estão procurando e o que esperar em termos de conhecimento e experiência. É imperativo que eles considerem as inter-relações de como a igualdade racial afeta o potencial de progresso da empresa.

Isso é essencial para o desenvolvimento efetivo e o progresso dos funcionários negros, que têm direito aos mesmos resultados de carreira e experiências no local de trabalho que seus colegas brancos. Também é essencial garantir que a marca possa proporcionar um ambiente aberto e inclusivo.

Contratar pessoal competente para desenvolver os programas de diversidade e inclusão é uma coisa boa. É algo que é pertinente para aliviar as preocupações dos funcionários pretos e pardos. Mas somente se for feito corretamente.

Antes de contratar um gerente de diversidade e inclusão de maneira apressada, pense se eles são generalistas ou especialistas e que experiência têm no desenvolvimento da igualdade racial. Escreva uma descrição do trabalho que seja específica a esse respeito e busque confirmação na fase da entrevista.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).