Microsoft procura mulheres e minorias para substituir o CEO Satya Nadella

Sean Gallup- Equipe/ Getty Images
Sean Gallup- Equipe/ Getty Images

Somente 4,4% dos funcionários da gigante da tecnologia são negros e 6,2% são latinos

A Microsoft disse em um documento à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês), nesta semana, que está considerando mulheres e candidatos de etnias minoritárias para suceder o CEO, Satya Nadella, em uma das declarações mais explícitas de uma gigante de tecnologia sobre a diversidade de CEOs até hoje.

Em sua declaração anual de procuração, que foi vista antes pela emissora norte-americana CNBC, a Microsoft disse que seu conselho de diretores “está comprometido em buscar ativamente mulheres e indivíduos altamente qualificados de grupos minoritários para incluir no grupo de candidatos a CEO em potencial.”

LEIA MAIS: Microsoft e SpaceX se unem para oferta de computação em nuvem via satélite

A declaração não indica que Nadella esteja saindo –as empresas geralmente incluem declarações em documentos regulatórios anuais sobre a sucessão de CEOs, mas raramente fazem promessas sobre diversidade.

Devido aos protestos da causa negra nos EUA, a Microsoft prometeu dobrar o número de gerentes negros e outros líderes seniores nos EUA até 2025 –embora esse esforço esteja sob escrutínio do Departamento de Justiça.

De acordo com seu relatório de diversidade de 2019, mulheres constituem 29,2% da força de trabalho da Microsoft, funcionários negros 4,4%, latinos 6,2% e asiáticos 33,3%.

Há anos, critica-se a falta de diversidade nas empresas americanas. Existem só 32 mulheres liderando as empresas do S&P 500 e apenas 11% dos CEOs do S&P 500 são minorias étnicas, de acordo com o “Wall Street Journal”. Os defensores apontam para uma série de razões, incluindo uma falha em treinar e manter talentos minoritários para funções executivas e uma tendência de colocar mulheres e grupos sub-representados na gerência de marketing ou recursos humanos, que normalmente não ajudam a chegar a posições de CEO.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).