O Boticário tem nova diretora: "times precisam de vivências e perfis diversos"

O C-Suite dessa quinzena traz movimentações de cargos nas áreas de recursos humanos, marketing, operações, negócios e tecnologia.

Bruno de Lima
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

Marcela de Masi, com 15 anos de experiência em comunicação, assume a diretoria de branding d’ O Boticário

Acessibilidade


O C-Suite dessa quinzena traz movimentações de cargos nas áreas de recursos humanos, marketing, operações, negócios e tecnologia. O Twitter Next, área de estratégia de marca do Twitter, contrata Rafael Camilo para liderar a iniciativa. Quem agora também conta com uma nova liderança é a Arquivei. Agora, a co-fundadora da startup, Isis Abbud, assume como co-CEO. Cesar Barboza agora assume como diretor de RH na Buser. A Pier anunciou a chegada da sua nova CMO, a Flávia Molina. Já o principal cargo de liderança da Neogrid também conta com um rosto novo. Jean Carlo Klaumann é o novo CEO da empresa. A fintech Cora está expandindo seu time com a contratação de Matheus Felipe como líder de Inclusão & Diversidade Social. A eCoMEX NSI também comunicou ao mercado a chegada de Oswaldo Spadari. O executivo ocupa a cadeira de head de sustentação. Na Mercado Pago, Pethra Ferraz é a nova vice-presidente de marketing. Movimentações também ocorrem na Apsen Farmacêutica, onde Renan Roberto dos Santos assume como diretor de tecnologia. Thiago Reis é o novo diretor de negócios de imunologia na Sanofi. Na Solutis, Viviane Sant’Anna foi contratada para o cargo de diretora de recursos humanos.

LEIA MAIS: Para CRO da Tembici, C-Level deve se aproximar das comunidades

Nesta edição, o C-Suite conversou com Marcela de Masi, a nova diretora de branding do Boticário. Ela é formada em publicidade e propaganda, com especialização em marketing de negócios pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Ela também é MBA em gerenciamento de projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Na nova posição, Marcela de Masi passa a liderar a comunicação da marca, com o desafio de expandir a estratégia de experiências digitais da empresa.

Forbes: Sua ascensão no Boticário aconteceu de forma rápida.  Quais são os fatores que você acredita que auxiliaram no seu desenvolvimento profissional?

Marcela de Masi: Um dos grandes pontos da minha jornada foi entender que a área de comunicação e o posicionamento de marca exigem um aprendizado contínuos. E isso vai muito além de ser uma disciplina de estudo. Entendi durante a minha trajetória que a minha atuação não abrange só um escopo, mas impacta no desenvolvimento do negócio e da cultura corporativa. Me considero uma pessoa que foca na solução e adora resolver um problema, gosto de um problema complexo e também de simplificar. Também sempre fui atenta para a conexão com o consumidor, com as pessoas reais que são a razão do que a gente faz. Outro ponto que acho importante no meu trabalho é aliar a visão sistêmica e o repertório criativo. Eu também sinto que há um alinhamento meu com os valores da empresa. Sempre procurei desenvolver um ambiente de trabalho leve, onde todo mundo se sente a vontade de compartilhar ideias e se desenvolver.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Forbes: Como você avalia que o posicionamento da marca Boticário se transformou durante o período?

MM: A gente nasceu e se desenvolveu no ambiente físico da loja, e eram nesses ambientes em que criávamos ações e experiências. A gente precisou antecipar soluções, investir em tecnologia para garantir uma experiência de compra positiva e se manter presente mesmo com nossas lojas fechadas. A  pandemia nos deu a oportunidade de interagir mais em canais não-regulares, como o WhatsApp. Desde o  início a gente investiu em ampliar soluções nesse sentindo, aumentando o esforço de entender mais o consumidor e a jornada dele fora do varejo tradicional e o interesse dele genuíno nas conversas. Como comentei, a gente fez muito esforço para se manter presente durante esse período. Durante esse processo, mantemos em mente que o Boticário é uma marca que fala sobre amor e é sobre amor. E foi isso que a gente entregou para as pessoas nesse período porque elas precisavam. E isso mostrou resultados. A Boticário é uma das marcas mais lembradas durante esse período, segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Croma. Eu acredito que somos uma marca que faz parte da sociedade, e é importante que a gente exerça nosso papel social quando todos precisam. É aí que a gente se fortalece e se torna mais relevante.

Forbes: Nesses anos de Boticário, qual foi a habilidade que você mais buscou desenvolver?

MM: Sempre investi muito em ser uma boa líder, em desenvolver uma liderança que impactasse o meu time, ajudando as pessoas a perceber o valor que elas têm. Mas também uma liderança que pudesse inspirar as outras pessoas ao meu redor, entendendo esse impacto que a gente exerce no indivíduo. Eu acredito muito na diversidade de personalidade, e isso é cada vez mais essencial. Precisamos formar times diferentes em vivências e perfis, e não buscar pessoas parecidas a nós. Isso nos desafia muito como gestores, mas também nos engrandece como ser humano.

Forbes: Quais são as características que você busca no momento de contratar um profissional?

MM: Valorizo muito a profundidade da discussão estratégica. As pessoas tem o hábito de, na entrevista, contar o escopo de cada cadeira. Mas, para mim, é importante você contar a transformação que você provocou nos lugares que você esteve. As características relacionadas a isso e que eu valorizo muito são o espírito empreendedor e o interesse por novos assuntos. O quanto as pessoas de fato estão conectadas com o que está acontecendo e como elas conseguem trazer isso para a vida real. Em uma entrevista eu sempre vou perguntar quais foram as últimas leituras, quais as últimas referências, uma campanha que tenha chamado atenção, o que você está entendendo como inovação, virada e comportamento do consumidor. Quero entender o que essa pessoa está consumindo e qual é o olhar analítico dela sob esses temas. Eu realmente acredito que se manter conectado com o que está acontecendo no mundo é um hábito, não é um trabalho. E eu valorizo muito o perfil ativo nesse sentido, junto com a capacidade de articular ideias ao mesmo tempo que mantém um olhar para o negócio. É uma união entre você ser capaz de perceber o que está acontecendo no mundo e ter a capacidade de tangibilizar e viabilizar tudo isso.

  • Divulgação

    A startup Buser está reforçando a área de Recursos Humanos com a chegada de um novo executivo. Cesar Barboza, ex-Hotmart, assume como o diretor de RH ou CHRO da empresa, com a missão de aprimorar processos, montar áreas estratégicas e investir em uma frente de diversidade

  • Divulgação

    A Pier anuncia a chegada da sua nova CMO, Flavia Molina. Com uma carreira consolidada e mais de 20 anos de experiência, ela tem passagens por grandes empresas como Domino’s Pizza, Rede Globo, Pernod Ricard, Microsoft, Sony Ericsson e Nestlé.

  • Divulgação

    A Arquivei começa o ano de 2022 com mudanças nas posições de liderança. Entre elas, Isis Abbud, que deixa de ser COO e assume o cargo de co-CEO. Também co-fundadora da startup, a empreendedora assume o novo cargo com a missão de garantir que a Arquivei e seus colaboradores continuem a evoluir da forma planejada, além de atuar como uma liderança feminina à frente de uma empresa de tecnologia e, assim, inspirar outras mulheres.

  • Divulgação

    A Neogrid, empresa especializada em soluções para a gestão da cadeia de suprimentos, anuncia a contratação de Jean Carlo Klaumann como novo Chief Executive Officer (CEO) da empresa. A escolha do executivo vem ao encontro da estratégia de crescimento acelerado, desenhada pela Neogrid para os próximos anos.

  • Divulgação

    A fintech Cora anuncia a expansão do seu time de liderança com a chegada do especialista em Inclusão & Diversidade Social, Matheus Felipe. O profissional será responsável pela estruturação da área dentro do Neobank, que tem como foco as pequenas e médias empresas brasileiras. Com bagagem na área, Matheus estruturou seu primeiro programa de diversidade no Senac, onde ficou quatro anos. Nos últimos três anos, ele passou pelas empresas Sicredi e Lojas Renner para executar o mesmo desafio.

  • Divulgação

    A eCOMEX NSI, empresa especializada em transformação digital da área de Comex dos clientes, comunica ao mercado a chegada de Oswaldo Spadari à equipe. O executivo, que atua como Head de Sustentação, possui 20 anos de experiência nas áreas de suporte, atendimento e Customer Success, e chega à empresa para potencializar a jornada do cliente. A contratação de Spadari pela eCOMEX NSI se dá em meio a um momento de investimentos em atendimento qualificado ao cliente, como é o caso do projeto Houston, estruturado para atualizar e mapear as necessidades atuais dos clientes com estratégias baseadas em métodos ágeis.

  • Divulgação

    Pethra Ferraz é a nova vice-presidente de Marketing para a América Latina do Mercado Pago. A executiva, com quase 20 anos de experiência em comunicação, marketing e negócios, chega à fintech como líder responsável por fortalecer o elo entre as iniciativas de marketing e roadmap de produtos para a expansão dos negócios na região. Como principal desafio, Pethra irá trabalhar para a consolidação da marca no Brasil e para o crescimento da fintech em mercados como Colômbia, México e Argentina.

  • Divulgação

    A partir do dia 7 de fevereiro, Rafael Camilo assume a liderança do Twitter Next no Brasil. Após atuar no Google e em agências de publicidade, o executivo chega à equipe para trabalhar em parceria com anunciantes e agências. A área tem como objetivo refletir as necessidades e interesses das pessoas no Twitter, desenvolvendo estratégias e ideias inovadoras para que as marcas possam fazer parte das conversas de forma mais representativa e inclusiva. Rafael passa a fazer parte da equipe de Pedro Porto, responsável pelo Twitter Next na América Latina.

  • Divulgação

    A Apsen Farmacêutica anuncia a contratação de Renan Roberto dos Santos como Diretor de Tecnologia. Graduado em Ciências da Computação pela USP e com MBA em Gestão Estratégia em Tecnologia da Informação pela FGV, Renan tem mais de dez anos de experiência na área de TI. “Minha missão na Apsen é amplificar o uso da tecnologia em favor da inovação, eficiência e transformação. Vamos focar em projetos de produtos e plataformas, aplicando a metodologia ágil e explorando o conceito de Open Inovation para aproximar aos processos e mindset de startup”, diz

  • Divulgação

    A Sanofi anuncia Thiago Reis como o novo diretor de Negócios de Imunologia. O profissional, formado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal Fluminense e pós-graduado em Estratégia de Negócio pela ESADE Business School de Barcelona, será responsável pela estratégia de Imunologia da Companhia no Brasil.

  • Divulgação

    A Solutis contrata Viviane Sant’Anna para o cargo de diretora de Recursos Humanos. Com experiência no posicionamento estratégico, com modelo de trabalho distribuído, remoto e orientado ao ágil, a executiva chega para aproximar ainda mais o RH ao Negócio, reforçando a entrega de valor aos clientes por meio de pessoas

Divulgação

A startup Buser está reforçando a área de Recursos Humanos com a chegada de um novo executivo. Cesar Barboza, ex-Hotmart, assume como o diretor de RH ou CHRO da empresa, com a missão de aprimorar processos, montar áreas estratégicas e investir em uma frente de diversidade

Compartilhe esta publicação: