Ibovespa oscila enquanto mercados esperam Fed

Getty Images

Ibovespa oscila depois de abertura em alta

O Índice Bovespa oscila depois de uma abertura em alta hoje (29), quando acompanhou um movimento de reação dos mercados internacionais após as perdas severas da última segunda-feira com os temores pela disseminação do coronavírus.

Às 10h56, horário de Brasília, o Ibovespa subia 0,06% aos 116.553 pontos.

LEIA TAMBÉM: Bolsas mundiais seguem em recuperação

As maiores altas do índice eram da MRV (MRVE3) com valorização de 2,34% a R$ 20,58, Weg (WEGE3) com ganhos de 2,33% a R$ 42,99, B2W (BTOW3) que avançava 2,19% a R$ 76,69, Santander (SANB11) com mais 2,09% a R$ 44,50 e Via Varejo (VVAR3) que subia 1,98% a R$ 14,93.

O Santander divulgou seus resultados no Brasil para o quarto trimestre de 2019 com números acima do esperado pelo mercado. Entre outubro e dezembro, o banco reportou um lucro líquido de R$ 3,748 bilhões, com uma alta de 3,9% em relação ao trimestre anterior. Durante todo o ano passado, a instituição teve um lucro líquido de R$ 14,181 bilhões, alta de 16,6% na comparação com 2018.

Na lista das principais baixas do Ibovespa, as ações da Sabesp (SBSP3) com queda de 1,98% a R$ 63,22, Equatorial Energia (EQTL3) com recuo de 1,58% a R$ 24,25, Azul (AZUL4) com menos 1,19% a R4 61,67, Fleury (FLRY3) com desvalorização de 1,11% a R$ 32,14 e Hapvida (HAPV3) que caía 0,98% a R$ 61,89.

Hoje, o mercado aguarda ansioso a decisão de política monetária do Federal Reserve, o banco central norte-americano. Às 16h, horário de Brasília, o Fed vai anunciar se mantém ou altera a taxa dos Fed Funds (taxa básica de juros) que, atualmente, está na faixa de 1,5% a 1,75% ao ano.

No mercado de câmbio, o dólar opera perto da estabilidade em relação ao real e tinha ligeira alta de 0,05% a R$ 4,19. O euro caía 0,16% a R$ 4,61.

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).