Ibovespa tem forte recuperação

Getty Images
Getty Images

Ibovespa tem forte alta com investidores em busca de preços atraentes de ativos

O Ibovespa ampliou ganhos na tarde de hoje (11) de maneira expressiva, com a valorização de ações ligadas, principalmente, aos setores de mineração e siderurgia.

Às 15h03, horário de Brasília, o índice avançava 2,45% aos 115.332 pontos.

LEIA TAMBÉM: Ibovespa sobe com exterior

Apesar dos temores com o impacto comercial entre Brasil e China pela propagação do coronavírus no país asiático, a cotação do minério de ferro registrou alta hoje no mercado futuro, o que animou muito investidores.

Ações de setores diferentes também apresentam ganhos expressivos. Segundo fontes no mercado financeiro, trata-se de um movimento de correção, com a busca de estrangeiros por preços atraentes de ativos após as baixas expressivas dos últimos dias em função do coronavírus.

As maiores altas do Ibovespa eram da CSN (CSNA3) com valorização de 6,66% a R$ 12,97, Usiminas (USIM5) com ganhos de 6,57% a R$ 9,90, B2W (BTOW3) com mais 6,51% a R$ 70,05, Cosan (CSAN3) que subia 6,08% a R$ 83,70 e Natura (NTCO3) com avanço de 5,89% a R$ 47,63.

As principais quedas do índice na tarde de hoje eram da Eletrobras (ELET6) com baixa de 0,32% a R$ 37,44, Energias BR (ENBR3) com recuo de 0,24% a R$ 21,31, Carrefour (CRFB3) com perdas de 0,14% a R$ 22,18 e BR Foods (BRFS3) com menos 0,06% a R$ 30,86.

Pela manhã, o Copom, o Comitê de Política Monetária do Banco Central, divulgou ata da reunião da semana passada, quando cortou os juros básicos em 0,25 ponto percentual para 4,25% ao ano. Segundo as informações na ata, a perspectiva de manutenção dos juros no Brasil é extensa.

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).