Ibovespa fecha em alta com ajuda da Petrobras e busca por barganhas

GettyImages/ Jesada Wongsa / EyeEm
GettyImages/ Jesada Wongsa / EyeEm

As ações da Petrobras ajudaram o Ibovespa a terminar o dia com alta de 2,15%

O Ibovespa fechou em alta hoje (19), ajudado pelas ações da Petrobras e busca por barganhas, em uma trégua nas fortes quedas recentes, que fizeram o índice tocar mínima intradia desde julho de 2017 mais cedo.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 2,15%, a 68.331,80 pontos, após atingir 61.690,53 pontos no pior momento da sessão e 70.071,33 pontos na máxima. O volume financeiro no pregão somou R$ 34,38 bilhões.

LEIA MAIS: Elon Musk diz que a Tesla está disposta a fabricar ventiladores hospitalares

Na semana, porém, o Ibovespa acumula perda de cerca de 17%, com o desempenho no ano negativo em mais de 40%. Em Wall Street, o S&P 500 também fechou em alta, de 0,47%, corroborando o respiro no mercado brasileiro.

“Os mercados continuam a contrabalançar as incertezas da profundidade e duração das atuais interrupções nos negócios e medidas de estímulo que estão sendo adotadas pelos formuladores de políticas”, afirmou a equipe do Goldman Sachs, em nota.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que pediu à agência responsável por alimentos e medicamentos dos EUA, a FDA, que agilize os processos para o desenvolvimento de tratamentos para o Covid-19. “Temos que remover todas as barreiras”, disse ele.

Na ação mais recente para estabilizar os mercados financeiros em pânico, o Federal Reserve abriu linhas de swap com bancos centrais em mais nove países, entre eles o Brasil, para garantir que o sistema financeiro mundial dependente do dólar continue funcionando.

O Banco Central brasileiro informou que a linha de swap de US$ 60 bilhões com o BC norte-americano não implica condicionalidades de política econômica e será usada para incrementar os fundos disponíveis para as suas operações de provisão de liquidez em dólares.

LEIA TAMBÉM: iFood cria fundo de R$ 50 milhões focado em pequenos restaurantes e injeta R$ 600 milhões na economia

Também no Brasil, o governo anunciou novas medidas de combate à propagação do coronavírus, mas também para atenuar o efeito em alguns setores.

Mais cedo, o governo também mandou fechar fronteiras terrestres com Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, Paraguai, Peru e Suriname para o ingresso de estrangeiros, por 15 dias, devido à evolução da pandemia do Covid-19.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).