EXCLUSIVO: Com aposta em varejo e e-commerce, Easy Drinks lança dois novos produtos e registra crescimento inédito

Divulgação/Feltra Fotografia
Divulgação/Feltra Fotografia

Marca de misturas para coquetéis, que expandiu para o mercado B2C há um ano, surfa na onda de bebidas prontas

Durante 12 anos, a Easy Drinks, conhecida nos mercados on-trade e de eventos por suas misturas de frutas para adicionar a drinques como caipirinhas, fez um sucesso interessante, mas restrito. No entanto, desde o ano passado, a marca tocada pelos irmãos Fabrício e Bruno Lot, entrou no varejo. Com a mudança, os números alçaram voo, e empresa firmou parcerias com gigantes das bebidas como Diageo. Na próxima semana, como a Easy Drinks contou com exclusividade à Forbes Taste, entram em linha dois novos produtos: as misturas para bellini e cosmopolitan.

O segredo, como conta Bruno Lot, está no desenvolvimento dos produtos. “Quando falamos em industrializado, as pessoas podem torcer o nariz”, diz. “Meu irmão estudou processamento de frutas e trouxe técnicas do exterior e da indústria farmacêutica para desenvolver os produtos.” Com uma pesquisa laboratorial, o resultado são misturas de fruta bastante diferentes de um suco de caixinha. “A pasteurização dá uma espécie de gosto de cozido. Então, cuidamos muito de matéria-prima para que a pasteurização seja muito branda”, pontua.

LEIA MAIS: Perdigão aposta em culinária como lazer e lança campanha interativa com consumidores

A entrada na casa do consumidor, com a adição dos lançamentos bem-sucedidos de misturas para os clássicos moscow mule (no ano passado) e penicillin (há um mês) fez com que o faturamento da Easy Drinks crescesse 360%. “Isso impactou também o on-trade”, conta Lot, afirmando que a pandemia tirou do papel um antigo projeto de abertura de e-commerce. “Foi muito importante. Já tínhamos boa abertura no varejo, por ser um produto inovador. Mas, depois do e-commerce, alcançamos 150 novos pontos-de-venda.”

A boa aceitação dos drinques clássicos fez também com que a Easy Drinks lançasse mais produtos nessa linha, mesmo com a crise da pandemia. “Falamos: ‘Bom, por que não começamos a lançar clássicos que as pessoas as pessoas têm dificuldade de fazer em casa?”, comenta. As misturas para bellini (com pêssego, framboesa e cranberry) e cosmopolitan (com cranberry e óleo de casca de laranja) –testadas e aprovadas por esta coluna– estarão disponíveis a partir da próxima semana. E há mais novidades na mesma esteira, como uma mistura de morango com pitaya e a substituição do abacaxi por uma mistura para piña colada. “Estamos sempre testando novas formulações”, diz Bruno, cujo sonho é uma mistura para fitzgerald, drinque clássico à base de gim e limão –fruta que ele afirma ser difícil de processar.

Divulgação
Divulgação

Bruno Lot, da Easy Drinks

A tendência das bebidas prontas para tomar ou para preparar, no caso da Easy Drinks, segundo Lot, foi acelerada pelo e-commerce. “Ready to drink é um mercado gigante nos EUA. Nós eliminamos uma parte apenas, então, o cliente ainda tem alguma experiência de preparar”, diz. O empresário também está otimista com as vendas internacionais. Além do crescimento nos números, a Easy Drinks acaba de entrar nos EUA e está com demanda de exportação para outros países da América do Sul.

Ponto para os drinques quase prontos.

VEJA TAMBÉM: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe.

***
Sem glúten e sem álcool
Duas das cervejas mais conhecidas nas prateleiras dos supermercados têm novidades para quem gosta da bebida, mas tem algum tipo de restrição. A Stella Artois acaba de lançar uma versão sem glúten enquanto a Heineken trouxe ao Brasil uma cerveja sem álcool.

***
Garrafa de papel

Divulgação

A Diageo anunciou no início desta semana o lançamento de uma garrafa inteiramente feita de papel para o uísque Johnnie Walker. A nova embalagem chega ao mercado no início de 2021. A empresa também anunciou a criação da Pulpex Limited, em parceria com a Pilot Lite, de tecnologia de embalagens sustentáveis e responsável por desenvolver a garrafa à base de papel escalável “inédita”, que pode ser totalmente reciclada.

***
Operação pelo vinho
De 20 a 26 de julho, a Pró-Vinho, organização interprofissional que reúne entidades como Abras (Associação Brasileira de Supermercados) e Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho), entre outras, promove ações que incluem promoções e aulas como parte da campanha #VemProVinho2020. A programação completa pode ser vista no site da entidade.

***
Provado e aprovado:
Delivery do Chalezinho

Divulgação

A unidade da casa no Morumbi acaba de reabrir com horário e cardápio reduzido, mas mantém a entrega de um delivery de respeito para finalizar em casa. A fondue de queijo tradicional chega com queijos e mix de vinho branco e kirsch para finalizar na panela e sai R$ 115, já a de chocolate Lausanne ao leite, vem com frutas, marshmallow e biscoito e fica R$ 70. Servem duas pessoas. A experiência é agradável e saborosa. Pedidos pelo iFood.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).