Semana tem IPCA e Fed como destaques na agenda do mercado financeiro

Gabriel Vergani EyeEm/Getty Images
Gabriel Vergani EyeEm/Getty Images

IPCA já apontou deflação em abril e no IPCA-15 de maio

A semana no Brasil terá o resultado do IPCA de maio, que será divulgado na quarta-feira (10), no centro do holofote. Com projeções de um quadro deflacionário, o indicador ganha bastante importância. O indicador já apontou deflação em abril e no IPCA-15 de maio.

Certamente ele pressionará precificações da próxima reunião do Copom, no dia 17 de junho. Com o governo garantindo subsídios para a energia elétrica, foi garantida a bandeira verde (menor cobrança) até o final de 2020. Pelo que observamos no mercado, poucos comerciantes conseguiram fazer algum repasse do câmbio acima de R$ 5 nos últimos meses, o que afastou o contágio por esse canal. Assim, a projeção atual do Boletim Focus de 1,53% de IPCA para o ano, pode sofrer uma pressão para baixo ainda maior.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Outro destaque fica com a balança comercial, que será divulgada hoje (8). Vale se atentar ao ritmo do comércio com os países que já estão em etapas mais avançadas da reabertura. Destaque para o nosso principal parceiro comercial, a China.

No exterior, a decisão do Fed, também na quarta-feira, é o grande evento da semana. Mais do que medidas pontuais, a sinalização futura ganha peso em junho. No caso da instituição acenar que manterá a taxa de juros baixa por um período muito prolongado, como foi o caso do Banco Central Europeu, estaríamos diante de uma janela de oportunidade maior para os bancos centrais de países emergentes cortarem juros. Incluindo o brasileiro.

Na Europa, teremos mais uma leitura do PIB do primeiro trimestre, e ainda um discurso da presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde no Parlamento Europeu.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).