Debate de grupo de trabalho do BC sobre moeda digital está em fase avançada

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou hoje (24) que a equipe está trabalhando no projeto de desenvolvimento da CBDC no Brasil .

Redação
Compartilhe esta publicação:
Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Discussões sobre emissão de moeda digital no Brasil estão avançadas

Acessibilidade


O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou hoje (24) que o grupo criado formalmente para debater impactos de uma eventual emissão de moeda digital pela autoridade monetária está em fase avançada de discussão.

Em agosto de 2020, o BC constituiu um grupo para analisar a CBDC (Central Bank Digital Currency) ou moeda digital do banco central.

LEIA MAIS: Volumes de negócios em criptomoedas crescem 17% em fevereiro

“Nós estamos avançados no processo formal de desenvolver a CBDC no Brasil. Eu acho que o projeto envolve algumas questões que não foram respondidas em todas as partes”, disse Campos Neto em participação gravada para painel virtual promovido pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla internacional).

Em sua fala, o presidente do BC também elencou dúvidas acerca do processo, dentre as quais o debate em torno da emissão da moeda digital pela autoridade monetária ou a possibilidade de que qualquer instituição financeira possa emiti-la.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Ontem (23), em participação em congresso organizado pela Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), Campos Neto já havia comentado sobre o tema, dizendo entender que a criação de moedas digitais tem “várias consequências” para a parte da política monetária.

“E é importante que, nesse processo de confecção, os países tenham moedas digitais que sejam homogêneas, ou seja, que sejam interoperáveis”, afirmou na ocasião, destacando, sob essas condições, avanço na área de pagamento, bem como em operações financeiras para além das fronteiras, conhecidas pela expressão em inglês “cross border”. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: