Ibovespa opera no azul apesar de IPCA mais alto do que o esperado

Os mercados se atentam ao comparecimento do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, perante o Comitê Bancário do Senado dos EUA nesta tarde.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Getty Images

Acessibilidade


O Ibovespa opera em alta de 1,49%, a 103.459 pontos, às 14h06 de hoje (11), enquanto o mercado digere dados de inflação acima do esperado no Brasil. No mês passado, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) subiu 0,73%, resultando em uma alta acumulada de 10,06% em 2021, nível mais elevado desde 2015.

Apesar da notícia, as varejistas registram avanço, com Americanas (AMER3) e Lojas Americanas (LAME4) subindo 4,02% e 4,92%, respectivamente. Empresas com operações relacionadas a commodities também dão suporte à sessão, sendo que a Vale (VALE3), ação de maior peso no índice, avança 2,13%.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Em Wall Street, os índices operam em alta. Às 14h06, o Dow Jones ganhava 0,08% a 36.097 pontos; o S&P 500 subia 0,51% a 4.693 pontos; e o Nasdaq avançava 1,28% a 15.134 pontos.

Os mercados se atentam ao comparecimento do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, perante o Comitê Bancário do Senado dos EUA nesta tarde, para consideração de um segundo mandato de quatro anos como chair da autoridade monetária.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em seu discurso, Powell afirmou que o banco central norte-americano precisa se concentrar mais na alta inflação do que no pleno emprego. No momento, a inflação está mais de duas vezes acima da meta do Fed, enquanto o desemprego está de volta ao nível pré-pandemia.

O chair do Fed também disse que espera apenas um impacto “de curta duração” da variante Ômicron, que levou as infecções por Covid-19 nos Estados Unidos e no mundo a níveis recordes neste mês.

Às 14h06 de Brasília, o dólar era negociado em queda de 1,34%, a R$ 5,5985 na venda, enquanto os investidores digerem os dados de inflação domésticos, pesando seu potencial impacto sobre a atratividade da moeda brasileira. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: