Aplicativo conecta pacientes e profissionais de saúde a preços acessíveis

Divulgação
Divulgação

A startup iubem foi fundada por Eduardo Mendlovitz, Jefferson Santos e Marcelo Veronezi

Criada com a missão de democratizar o acesso a atendimentos médicos de qualidade, a startup iubem desenvolveu uma plataforma digital que conecta pacientes a profissionais da saúde de forma rápida e intuitiva. Direcionado para quem não encontra atendimento na rede pública ou não tem condições de bancar um serviço mensal de assistência médica, a solução reúne consultas a preços acessíveis, em clínicas e consultórios geograficamente próximos do usuário.

O projeto surgiu no ano passado, a partir de uma necessidade pessoal do CEO Eduardo Mendlovitz. “Precisei ir ao médico, mas não tenho plano de saúde e ninguém tinha um profissional de qualidade para me indicar”, conta. Diante da dificuldade de encontrar um atendimento com bom custo-benefício, Mendlovitz, que tem uma trajetória em análise de sistemas e administração de empresas, uniu-se a Marcelo Veronezi e Jefferson Santos para fundar a startup. 

LEIA TAMBÉM: Tecnologia reduz em até 80% os tremores de pacientes com mal de Parkinson

Por meio da adaptação dos algoritmos de busca frequentemente utilizados por apps de transporte, a iubem funciona como um Uber da saúde. Na plataforma, o usuário pode selecionar a especialidade médica que precisa e as datas e horários de sua preferência. Instantaneamente, o sistema encontra os profissionais disponíveis e o paciente pode escolher entre as opções apresentadas, tornando o agendamento de consultas mais prático e otimizado.

“O iubem também é uma opção para jovens médicos, que ainda não possuem uma carteira ativa de pacientes mas também não vêem vantagem em depender apenas do repasse dos planos de saúde”, explica Mendlovitz. A solução oferece, ainda, a vantagem de preencher horários vagos na agenda do profissional em caso, por exemplo, de desistências repentinas.

Antes de cadastrar seus serviços na plataforma, os especialistas passam por um processo de validação legal do perfil, no qual devem enviar documentações do CRM (Conselho Regional de Medicina) e suas respectivas áreas de atuação. Do lado do paciente, uma das vantagens é a possibilidade de acessar o histórico de consultas e atendimentos pendentes, além de fazer o cadastro do tipo sanguíneo, peso e outras informações relacionadas à saúde. 

A plataforma é gratuita para uso e agendamento dos usuários, e reúne profissionais de todas as áreas da saúde, incluindo nutricionistas, clínicos gerais, cardiologistas, fisioterapeutas, psiquiatras, ginecologistas e acupunturistas, entre outros. Ao finalizar a consulta, que varia de R$ 100 e R$ 170, 15% do valor total do atendimento é repassado ao iubem. Caso o atendimento seja desmarcado, nenhuma cobrança é realizada.

Para o desenvolvimento, pesquisa e lançamento do aplicativo, a iubem contou com um investimento inicial de R$ 1,5 milhão. De acordo com o executivo, a plataforma tem, hoje, mais de 1.000 especialistas e 500 usuários ativos – em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte (MG), Vitória (ES) e Goiânia (GO).

No segundo semestre, a expectativa é incluir a categoria de home care, voltada à assistência médica domiciliar, liberar os serviços de telemedicina, expandir as operações no Brasil por meio de uma parceria com redes de hospitais pelo Nordeste e internacionalizar suas operações para o Chile e Peru.

A startup pretende, ainda, fechar o ano com 5.000 profissionais de saúde cadastrados e lançar um braço veterinário, oferecendo a mesma metodologia para ajudar tutores a encontrar serviços com foco em animais de estimação. “O objetivo da plataforma é alcançar o Brasil como um todo, oferecendo saúde de qualidade de forma descomplicada e acessível”, conclui.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).