Jeff Koons mandará esculturas de arte à Lua

Peças que ficarão na superfície lunar para sempre fazem parte de um lançamento de NFTs exclusivas do artista .

Carlie Porterfield
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Jeff Koons é dono do recorde de maior preço de leilão para uma obra de um artista vivo

Acessibilidade


Jeff Koons – dono do recorde de maior preço de leilão para uma obra de um artista vivo – espera levar suas esculturas de arte pop a alturas ainda maiores no final deste ano, quando lançar uma série de peças físicas no espaço como parte de sua primeira incursão no mundo de NFTs (tokens não fungíveis).

A série “Jeff Koons: Moon Phase” inclui esculturas físicas que serão transportadas para a superfície da Lua a bordo de um Nova-C Lunar Lander, projetado pela empresa espacial privada Intuitive Machines. A informação é da Pace Gallery, que representa Koons.

VEJA TAMBÉM: Tudo o que você precisa saber sobre os resorts de R$ 24 bilhões que imitam a Lua

As esculturas do artista norte-americano serão as primeiras obras de arte autorizadas a serem colocadas na Lua e “permanecerão lá para sempre”, disse Jack Fischer, vice-presidente da Intuitive Machines e ex-astronauta da Nasa, em um comunicado.

Elas serão transportadas para Oceanus Procellarum, o maior “mar lunar” (ou planície), e serão armazenadas em um minissatélite transparente, de acordo com a galeria.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O local do pouso será marcado como Patrimônio da Aterrissagem Lunar, ao lado de outros locais históricos na Lua, como onde a Apollo 11 pousou.

Cada escultura terá um token não-fungível digital exclusivo que ficará disponível no Pace Verso, a plataforma NFT da galeria.

Os designs para os NFTs e os trabalhos físicos não foram divulgados, mas, de acordo com a Pace, serão revelados “nas próximas semanas” – juntamente com mais informações sobre os processos artísticos e técnicos da série e atualizações sobre os parceiros de caridade do projeto.

RECORDE DE JEFF KOONS

US$ 91,1 milhões (R$ 432,5 milhões, na cotação atual). Esse é o recorde de preço do leilão da obra de Koons, estabelecido em 2019 com sua escultura “Coelho”, feita de aço inoxidável e semelhante a um brinquedo de criança. A peça foi comprada durante um leilão da Christie’s pelo negociante de arte Robert E. Mnuchin, segundo o jornal norte-americano “The New York Times”. É o preço mais alto já alcançado em um leilão por um artista vivo.

VEJA TAMBÉM: BMW “8 X Jeff Koons”, o novo carro colecionável da luxuosa marca alemã

Koons sinalizou interesse em NFTs no ano passado, depois de deixar Gagosian e David Zwirner, seus representantes de longa data, para trabalhar exclusivamente com a Pace em todo o mundo – um movimento raro no mercado. Em setembro, Koons disse a uma multidão em Munique que estava trabalhando em uma coleção NFT que seria lançada “dentro de um ano”, segundo o “The Art Newspaper”. 

MERCADO DE NFTS

Os NFTs explodiram em popularidade no ano passado e atingiram o auge quando o artista digital Beeple vendeu um token por US$ 69,3 milhões (R$ 330 milhões), ficando entre os artistas vivos mais caros ao lado de Koons e do pintor David Hockney.

Mas nem todos os artistas estão entrando nessa onda.. No ano passado, Hockney descreveu os NFTs como “coisas bobas” e chamou as pessoas que os criam e compram de “bandidos e vigaristas”.

Compartilhe esta publicação: