Ibovespa fecha em queda com expectativas sobre Previdência

Reuters
Índice da bolsa paulista atinge 95.953,45 pontos

A bolsa paulista encerrou em queda hoje (10), depois de oscilar entre altas e baixas durante a sessão, com agentes do mercado aguardando novidades em relação à reforma da Previdência após parecer favorável do relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara na véspera após o fechamento do mercado.

LEIA MAIS: Ibovespa recua mais de 1%

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa recuou 0,35%, a 95.953,45 pontos. O giro financeiro somou R$ 14,3 bilhões.

Para o analista Thiago Salomão, da Rico Investimentos, o mercado deve ficar sem rumo definido no curto prazo, em um movimento de cautela antes de definições mais concretas sobre a Previdência.

“Observamos uma volatilidade muito grande no Ibovespa nos últimos dias decorrente de especulações sobre a reforma. A falta de notícias do dia deixa o mercado sem uma direção certa e a cautela acaba falando mais alto”, afirmou.

O relator da reforma da Previdência na CCJ, Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), apresentou ontem (9) parecer pela admissibilidade da proposta, mas recomendou que sejam feitos ajustes e pediu que o mérito seja analisado com profundidade para verificar a conveniência e a justiça das novas regras.

Nesta quarta-feira, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou estar otimista quanto à aprovação da reforma da Previdência pelo Congresso de um texto que gere economia de R$ 1 trilhão em dez anos, acrescentando que os parlamentares poderão fazer cortes no texto.

Do front externo, os principais índices acionários de Wall Street encerraram sem uma direção única, na esteira de dados benignos de inflação dos Estados Unidos e após a divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve em linha com as expectativas do mercado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).