Ibovespa encerra em queda de mais de 3%

Exterior desfavorável e cenário político no radar influenciam pregão.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

O Ibovespa fechou em queda de 3,1%, a 93.735,15 pontos

Acessibilidade


O principal índice da bolsa paulista caiu mais de 3% hoje (22), diante do crescente temor de recessão global e de maior pessimismo com o andamento da reforma da Previdência.

LEIA MAIS: Ibovespa fecha com queda de 1,34%

O Ibovespa fechou em queda de 3,1%, a 93.735,15 pontos, menor patamar de fechamento desde 11 de janeiro. Na semana, o índice acumulou perda de 5,45%. O giro financeiro da sessão somou R$ 20 bilhões.

Para Jefferson Laatus, sócio fundador do Grupo Laatus, a cautela já vinha predominando e foi intensificada pelo cenário político. “O mercado se estressa muito com incertezas envolvendo a articulação da reforma da Previdência e, nos últimos dias, as notícias não foram tão positivas”, disse.

Nesta sexta-feira, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ameaçou deixar a articulação de reforma previdênciária na casa. Os ruídos envolvendo Maia e algumas autoridades do governo Bolsonaro têm piorado o humor no mercado, uma vez que indica maior dificuldade no processo de articulação.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

No cenário externo, dados de atividade industrial dos Estados Unidos e Europa trouxeram de volta as preocupações de uma desaceleração da economia global, pressionando Wall Street, que fechou no vermelho.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Compartilhe esta publicação: