Governo de SP, LadyDriver, Paquera Online, Cash.in, BizCapital & mLabs

arte sobre foto/getty images

Governo de SP lança programa de combate à violência à mulher com deficiência

O Governo do estado de São Paulo lançou um programa online focado no combate à violência à mulher com deficiência. Entre outras ações, a iniciativa TODAS in-Rede realizará um curso de ensino à distância destinado aos profissionais das Delegacias de Defesa da Mulher e da Rede de Proteção, sobre o atendimento à mulher vítima de violência. O programa também pretende levar informações relevantes com foco nos temas de trabalho e renda; direitos afetivos e sexuais; educação e liderança, além de prevenção à violência. Segundo dados da Secretaria da Segurança Pública, somente em 2019 foram registradas 4.761 ocorrências envolvendo mulheres com deficiência.

LEIA MAIS: Tecnologia ganha protagonismo no combate à violência doméstica na pandemia

****
Divulgação

LadyDriver se prepara para lançar serviço para crianças e adolescentes

A LadyDriver, aplicativo de mobilidade para mulheres, está se preparando para uma nova rodada de equity crowdfunding. O objetivo é captar até R$ 1,4 milhão, por meio da plataforma StarMeUp, até agosto, para financiar o investimento em um aplicativo voltado especificamente para o transporte individual de crianças e adolescentes. A CEO da plataforma, Gabryella Côrrea (foto), explica que a ideia do novo negócio veio de conversas com mães que tinham dificuldade de levar os filhos para atividades extracurriculares e até mesmo para a escola. “Hoje os pais trabalham fora e o trânsito da cidade, muitas vezes, impede o cumprimento de agendas. Com o aplicativo, os pais podem fazer uma contratação do serviço com horário agendado e recorrência”, diz. “Estamos desenvolvendo treinamentos específicos para as motoristas que serão selecionadas para este serviço.”

****
Como está a paquera em tempos de pandemia

Mesmo com o distanciamento social imposto pela pandemia, as pessoas que buscam um relacionamento continuam dispostas a fazê-lo pelas redes sociais. É a conclusão de um estudo da ioasys, empresa de transformação digital, que consultou mais de 200 pessoas entre 19 e 80 anos sobre o tema. Entre os participantes, 65% afirmaram ser possível conhecer pessoas legais mesmo durante a quarentena usando plataformas como o Facebook para este fim. Por outro lado, 46% não usam as redes sociais ou aplicativos para essa finalidade. Entre os que usam as redes para paquerar, cerca de 46% afirmou estar usando o Instagram para fazer isso, enquanto 17% disse preferir o Tinder. Este, aliás, lançou uma nova funcionalidade no Brasil para ajudar seus usuários a puxarem papo. Com o Conta Mais, recurso lançado para celebrar o mês do orgulho LGBTQI+, usuários da comunidade podem adicionar respostas de algumas perguntas que ajudam a incrementar o perfil.

LEIA MAIS: Aplicativos de paquera se adaptam à era do distanciamento social

****
Startup inclui desbancarizados no mundo digital das finanças

Ainda existem, no Brasil, cerca de 45 milhões de desbancarizados, de acordo com o Instituto Locomotiva. Essas pessoas, no entanto, movimentam mais de R$ 800 bilhões por ano. Recentemente, uma pequena parcela dessas pessoas deixou de fazer parte da estatística. Em Fortaleza, capital cearense, feirantes, lojistas e autônomos do Centro Fashion, área atacadista, e um coletivo de catadores de recicláveis estão aptos a receber bônus, premiações e até salário de maneira digital. O processo foi conduzido Cash.in, startup que otimiza a entrega de valores em prêmios de incentivos e outros, entre empresas e colaboradores, e fomenta o acesso à serviços financeiros de forma simples, sem a necessidade de o usuário ter uma conta em banco ou fazer cadastros longos. “Pela plataforma é possível fazer saques em dinheiro nas lotéricas, transferências, pagamento de contas, recargas de celular e compras em lojas”, explica Nani Gordon, CEO e founder da Cash.in.

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

****
BizCapital recebe aporte de R$ 65 milhões

A fintech especializada em empréstimos online para micro e pequenas empresas BizCapital levantou uma rodada de investimento Série B de R$ 65 milhões. A operação foi liderada pelo DEG (Deutsche Investitions – und Entwicklungsgesellschaft), braço de investimento internacional do banco de desenvolvimento alemão KfW, e contou com a participação do MELI Fund, fundo de corporate venture capital do Mercado Livre. O valor é maior do que a soma das duas rodadas anteriores. Os recursos serão utilizados no desenvolvimento de novos produtos para apoiar micro e pequenos empresários, além do investimento em novos canais de distribuição que permitam alcançar ainda mais empreendedores nessa nova fase da empresa. A fintech, que tem mais de 5 mil clientes espalhados em 1.200 cidades brasileiras, viu um aumento expressivo no número de acessos à plataforma com relação ao ano passado: foram quatro vezes mais empreendedores em busca de crédito. Em meio à crise causada pela pandemia, houve também um aumento de 19% em solicitações de empréstimo por dia útil em março e abril de 2020 na comparação com o mesmo período do ano anterior.

****
mLabs se junta à Stone para expandir a plataforma de marketing digital

A mLabs, startup que oferece serviços para gerenciamento de redes sociais, anunciou uma sociedade com a Stone para o desenvolvimento de soluções para pequenas e médias empresas. Com o acordo, a mLabs entra para o portfólio da Stone.co, que, além do processamento de cartões, conta com uma gama de ferramentas para empresas focadas em trazer soluções para ajudar o segmento de PMEs a crescer e gerenciar melhor seu negócio. “Sempre tivemos a intenção de ser uma ferramenta que entregasse valor mesmo para quem não entende de marketing. Mas, com o tempo e o crescimento, entendemos que estávamos caminhando para nos tornar uma ferramenta de impacto social. Tenho certeza de que, com a sociedade, conseguiremos acelerar esse crescimento e entregar, cada vez mais, uma solução completa tanto para as PMEs, quanto para as pequenas agências de marketing, que são fundamentais na inclusão digital desses negócios”, afirma Caio Rigoldi, CEO da mLabs.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).