Abiove vê recordes no setor de soja do Brasil em 2022, com exportações de US$ 51,9 bilhões

A Abiove projetou um volume recorde de embarques de soja em grão, a 92,1 milhões de toneladas em 2022, ante 86 milhões em 2021.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Soja sendo descarregada em Primavera do Leste (MT)

Acessibilidade


Com expectativa de safra recorde e aumento de demanda, o Brasil deverá registrar uma receita histórica nas vendas externas do complexo soja (grão, farelo e óleo) em 2022, estimada em US$ 51,9 bilhões, ante 47,5 bilhões em 2021, apontou hoje (11) associação da indústria Abiove.

“Os preços foram projetados considerando os contratos futuros e prêmios históricos. Também foi levado em consideração um possível aumento da demanda bem como incertezas para a safra argentina… De toda forma, projetamos receitas recordes de exportação”, afirmou a Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais), em nota à Reuters.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A entidade projeta preços mais altos de exportação de soja ante 2021, estimados em US$ 480 a tonelada em 2022. Para o óleo, a projeção é de um avanço a US$ 1.300 a toneladas.

Com um plantio iniciado em boas condições climáticas, a Abiove estima safra de soja do Brasil 2022 em recorde de 144,1 milhões de toneladas, versus 138 milhões em 2021, mas vê possibilidade de produção “ainda maior”, caso clima colabore.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Com o aumento da área plantada e entrega dos insumos, a confirmação de clima favorável poderá resultar em uma produção ainda maior”, disse.

A Abiove também projeta processamento de soja recorde no país em 2022, a 48 milhões de toneladas, versus 46,5 milhões de toneladas em 2021.

A projeção considera mistura de biodiesel no diesel entre 10-11% no próximo ano, em linha com o praticado em 2021, segundo a Abiove, que tem reivindicado uma mistura maior, de 13% em 2021, conforme determina regras de aumento gradual da mistura.

A Abiove projetou um volume recorde de embarques de soja em grão, a 92,1 milhões de toneladas em 2022, ante 86 milhões em 2021.

A produção de farelo e óleo de soja do Brasil também somarão em recordes em 2022, de 36,69 milhões de toneladas e 9,7 milhões t, respectivamente.

“De acordo com avaliações das associadas, esperamos aumento da demanda doméstica por farelo de soja tendo em vista a produção de proteínas animais para os mercados interno e externo”, disse. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: