Os mais modernos tratamentos para o bem-estar

Reprodução Forbes
O Yue Float fornece uma espécie de casulo com água rica em sulfato de magnésio para proporcionar um efeito flutuante similar ao experimentado no Mar Morto

Resumo da matéria

  • Atividades físicas tradicionais podem ser pouco inspiradoras para a maioria das pessoas;
  • Tratamento terapêutico de exposição a baixas temperaturas ajudam na recuperação muscular, na melhora do sistema imunológico e rejuvenescimento da pele;
  • Tradição russa de açoite com folhagem em sala de vapor proporciona vigor;
  • Aparelho de exercício incorpora movimentos de yoga, dança, ginástica, natação e tai chi. Prática melhora condicionamento e dores cervicais;
  • Técnica de terapia é aplicada para relaxamento, redefinição ou encontro do equilíbrio;
  • Aula com uso de Canabidiol ajuda no alívio do estresse a na recuperação de lesões.

Embora seja uma atividade comum, frequentar academias não é para todo mundo. Correr sem rumo em uma esteira enquanto assiste reprises de seriados não é, exatamente, a atividade física mais inspiradora, assim como levantar pesos na frente de um espelho por horas também não é a melhor forma para obter endorfina.

VEJA TAMBÉM: Ouvir música ajuda no tratamento da hipertensão

Às vezes, o que você precisa para se manter saudável é a ajuda de um pouco de tecnologia.

Veja, na galeria de imagens a seguir, alguns dos tratamentos inusitados de saúde e fitness em Londres que podem ajudá-lo a manter o bem-estar com recursos inovadores:

  • Crioterapia Saisei (Stoke Newington)

    Parecida com algo que saiu direto de um filme de ficção científica dos anos 1980, a crioterapia é a última moda. Usada por atletas e celebridades em busca da próxima correção holística, o tratamento de alta tecnologia é mais do que apenas um recurso. Para os usuários regulares, congelar-se por vários minutos pode ajudar na regeneração muscular, impulsionar o sistema imunológico e rejuvenescer a pele.

    Com significado literal de “terapia fria”, a crioterapia é uma técnica onde o corpo é exposto a temperaturas extremamente baixas por vários minutos. Pode ser administrado em apenas uma área ou no corpo inteiro. A segunda opção inclui a imersão do corpo ao ar extremamente frio por vários minutos, na crença de que isso possibilite uma série de benefícios à saúde. Você ficará em uma câmara fechada, com apenas a cabeça de fora, e o ar frio, ou vapor de nitrogênio líquido, vai circular em torno do seu corpo na câmara por dois ou três minutos, a uma temperatura que varia entre -120˚C e -160˚C.

    Eu experimentei a técnica em Stoke Newington, onde me encontrei com o dono do estúdio Nyambe Ikasaya, coach de condicionamento e bem-estar. Ele diz que o ar frio da crioterapia é desprovido de umidade e, portanto, muito mais tolerável. Isso significa que ele não penetra profundamente em outros tecidos, como o músculo e o osso, funcionando apenas na área superficial da pele.

    O que eu mais gostei deste tratamento é que ele é bastante holístico, e faz com que o corpo funcione de uma forma que já é naturalmente dele, mas de uma maneira aprimorada. Depois de sair da câmara, você se sentirá imediatamente mais alerta e – estranhamente – mais feliz. Aparentemente, isso é normal, já que a crioterapia também é conhecida por aumentar temporariamente os níveis de endorfina. Outros benefícios incluem rejuvenescimento geral, redução da inflamação (incluindo condições inflamatórias como artrite), desintoxicação, reparação de danos celulares que auxiliam na recuperação após o exercício e aumento da circulação e, consequentemente, do metabolismo.

  • Banya No.1 Russian Bathhouse (Hoxton)

    Eu nunca tinha ouvido falar da Banya até descobrir esta tradicional casa de banho russa escondida entre Angel e Hoxton, chamada Banya No.1. O estabelecimento oferece o que muitas vezes é considerada a cura final da ressaca. Como dito pelo fundador Andrei Fomin, na verdade o local não é um spa, “Spas são relaxantes”, diz ele. O Banya No.1 oferece uma alternativa diferente para quem deseja se sentir rejuvenescido. Lá você não será mimado ou terá uma banheira de água quente para deitar. Em vez disso, vai receber o que eles chamam de “Parenie”, uma antiga tradição russa de açoite com folhagens de bétula, carvalho e eucalipto, em uma sala de vapor, onde o calor é criado com o choque de baldes de água jogados em uma tonelada de ferro fundido aquecido a 700ºC. Soa intenso? Certamente é, mas também é por isso que funciona.

    Mas o que há de tão inovador nisso? Para os russos nada, mas como é o primeiro estabelecimento do segmento em Londres, para o restante da população é muito diferente. A experiência é, no mínimo, revigorante. A união única de vapor e do “Parenie” faz as pessoas quererem voltar ao Banya No.1. O lugar caiu até mesmo no gosto de celebridades como Justin Bieber, Kate Moss e Emilia Clarke. A técnica não é tanto um tratamento de bem-estar, mas sim um ritual, e posso garantir que você nunca sentiu nada parecido.

  • Gyrotonic (disponível em vários locais)

    O Gyrotonic é um sistema único de exercício que incorpora princípios de movimento de yoga, dança, ginástica, natação e tai chi. A atividade é realizada no Sistema de Expansão Gyrotonic, ou GXS, um dispositivo de aparência complexa, especialmente projetado com discos rotacionais e pesadas polias. Normalmente feito com uma estrutura de madeira, o aparelho é configurado para permitir que o usuário fortaleça os músculos por meio de um exercício específico que incorpora padrões de movimentação circulares e em espiral. A sequência ajuda a aumentar a mobilidade das articulações, particularmente na coluna vertebral. É mais conhecido pela legião de pessoas que sofre com dor lombar ou na coluna cervical em função de problemas como ciática, lesão por esforço repetitivo, esclerose múltipla, osteoporose e artrite reumatóide.

    Eu fiz uma série no Gyrotonic do estúdio da ModoVite Pilates enquanto estava em Barcelona. Tenho que admitir que é preciso se acostumar, já que é uma prática muito diferente e que exige a orientação de um professor para guiá-lo nos movimentos. Mas, depois, a sensação é boa. Foi a primeira vez que usei o sistema Gyrotonic, então tive que garantir um bom aquecimento antes de passar para o aparelho.

    Os exercícios começaram com movimentos na base da coluna e progrediram para os braços, pescoço e ombros. Uma vez que você está no dispositivo, polias com tiras são presas a seus pés enquanto suas pernas são esticadas e fortalecidas, ao mesmo tempo em que estimula o movimento nos músculos abdominais. As aulas são individuais e duram cerca de uma hora. Uma vez que as máquinas são grandes e o sistema é muito específico, a indicação é ser usado por uma pessoa por vez. O cofundador do espaço, David Amador, disse que o Gyrotonic também ajuda na regeneração do sistema nervoso, o que reduz o estresse.

  • Terapia Ajna Light, em Yue Float (Battersea)

    Todos nós já conhecemos os benefícios da meditação. Mas essa é uma técnica inovadora, que pode ser poderosa tanto para os meditadores mais experientes quanto para os iniciantes. Ela garante levar sua meditação “a novos níveis inexplorados”. Batizada de terapia Ajna Light, é uma experiência completamente individual e imersiva que atua na ativação da glândula pineal (responsável pela produção de melatonina), permitindo que você veja cores e padrões caleidoscópicos enquanto esvazia sua mente.

    Usada como experiência única ou regular para ser uma ferramenta de redefinição ou encontro do seu equilíbrio, a técnica é ótima para relaxamento. Eu experimentei no Yue Float em Battersea, e quase adormeci. Outros usuários mais regulares da terapia viram benefícios como clareza de mente e emoções, redução da ansiedade e do estresse, um melhor senso de conexão com uma realidade maior, além de criatividade aflorada e uma melhoria na qualidade do sono.

    O Yue Float também fornece uma espécie de casulo com água rica em sulfato de magnésio para proporcionar um efeito flutuante similar ao experimentado no Mar Morto. Com a possibilidade de sentir-se livre da ação gravitacional enquanto flutua, dizem que a cápsula ajuda a reduzir dor e estresse, diminuir a pressão sanguínea, os níveis de cortisol e melhorar o fluxo sanguíneo.

  • Cannabliss, na GymBox (vários locais)

    O óleo de Canabidiol está no auge, tornando-se o produto de bem-estar do momento, especialmente porque os Estados Unidos legalizaram o uso da maconha medicinal. Feito a partir de um extrato não-intoxicante da planta (o que significa que você não vai ficar alterado), o CBD pode ser usado para tratar uma série de problemas médicos, desde convulsões epilépticas a ansiedade, inflamação e insônia.

    Era só uma questão de tempo até a substância chegar aos estúdios de ginástica, e o primeiro levar o extrato para o Reino Unido foi a GymBox, que batizou sua aula de reabilitação de Cannabliss.

    A proposta tem como objetivo restaurar aqueles que estão em dificuldades de trabalhar em funções estressantes e precisam de ajuda para encontrar o equilíbrio. Também é indicado para pessoas em processo de recuperação de lesões. Quando você faz a aula, recebe um adesivo com CBD que ajuda a aliviar a ansiedade e, ao mesmo tempo, proporciona alívio antiinflamatório. Em seguida, você passará uma hora realizando uma série de movimentos de baixo impacto, alongamentos profundos com técnicas de yoga Yin e exercícios de liberação miofascial em uma esteira. A aula é muito fácil e você sai de lá com aquele sentimento de satisfação conquistado depois de uma aula de ioga. Quem quiser, pode continuar com o adesivo por até 14 horas após a aula, para que ele possa infundir no corpo e ajudar no processo de recuperação durante o sono.

Crioterapia Saisei (Stoke Newington)

Parecida com algo que saiu direto de um filme de ficção científica dos anos 1980, a crioterapia é a última moda. Usada por atletas e celebridades em busca da próxima correção holística, o tratamento de alta tecnologia é mais do que apenas um recurso. Para os usuários regulares, congelar-se por vários minutos pode ajudar na regeneração muscular, impulsionar o sistema imunológico e rejuvenescer a pele.

Com significado literal de “terapia fria”, a crioterapia é uma técnica onde o corpo é exposto a temperaturas extremamente baixas por vários minutos. Pode ser administrado em apenas uma área ou no corpo inteiro. A segunda opção inclui a imersão do corpo ao ar extremamente frio por vários minutos, na crença de que isso possibilite uma série de benefícios à saúde. Você ficará em uma câmara fechada, com apenas a cabeça de fora, e o ar frio, ou vapor de nitrogênio líquido, vai circular em torno do seu corpo na câmara por dois ou três minutos, a uma temperatura que varia entre -120˚C e -160˚C.

Eu experimentei a técnica em Stoke Newington, onde me encontrei com o dono do estúdio Nyambe Ikasaya, coach de condicionamento e bem-estar. Ele diz que o ar frio da crioterapia é desprovido de umidade e, portanto, muito mais tolerável. Isso significa que ele não penetra profundamente em outros tecidos, como o músculo e o osso, funcionando apenas na área superficial da pele.

O que eu mais gostei deste tratamento é que ele é bastante holístico, e faz com que o corpo funcione de uma forma que já é naturalmente dele, mas de uma maneira aprimorada. Depois de sair da câmara, você se sentirá imediatamente mais alerta e – estranhamente – mais feliz. Aparentemente, isso é normal, já que a crioterapia também é conhecida por aumentar temporariamente os níveis de endorfina. Outros benefícios incluem rejuvenescimento geral, redução da inflamação (incluindo condições inflamatórias como artrite), desintoxicação, reparação de danos celulares que auxiliam na recuperação após o exercício e aumento da circulação e, consequentemente, do metabolismo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).