Ibovespa segue NY e recua pelo segundo dia seguido

Nacho Doce/Reuters
O volume financeiro no pregão somou R$ 16,2 bilhões

O principal índice da bolsa paulista caiu hoje (18), contaminado pela fraqueza de Wall Street e relativa cautela com a temporada brasileira de balanços que começa na próxima semana. Banco do Brasil foi destaque de alta após oferta secundária de ações.

LEIA MAIS: Após 6 altas seguidas, Ibovespa recua sob peso de cenário político

O Ibovespa caiu 0,27%, a 104.728,89 pontos. O volume financeiro no pregão somou R$ 16,2 bilhões. Apesar do declínio, o Ibovespa encerrou a semana com ganho de 0,86%.

A sessão começou com otimismo, puxado sobretudo pelo desempenho das ações da Petrobras após dados de produção considerados positivos por analistas, mas o fôlego arrefeceu conforme as bolsas em Nova York estenderam perdas. O S&P 500 fechou em baixa de 0,39%.

Nos Estados Unidos, notícias corporativas pesaram, com destaque para nomes como Johnson & Johnson e Boeing, em sessão de agenda econômica mista na China, onde o PIB desacelerou acima do esperado no terceiro trimestre, mas a produção industrial cresceu mais que o previsto em setembro.

“O Ibovespa acompanhou o exterior”, afirmou o gestor Ricardo Campos, sócio-fundador da Reach Capital, acrescentando que o noticiário político também não ajudou. “A briga do presidente Jair Bolsonaro com o seu partido põe em dúvida o ritmo da agenda de reformas, que deve voltar a ser tocada pelo Congresso.”

A crise no PSL teve início a partir de denúncias sobre irregularidades em campanhas do partido e foi agravada após disputas internas que resultaram em um racha na legenda e, nos mais recentes desdobramentos, na suspensão de cinco deputados sob alegação de que atacaram o partido e seu presidente.

VEJA TAMBÉM: Ibovespa fecha no azul pela 6ª vez seguida

Para o gestor Henrique Bredda, sócio da Alaska Asset Management, o efeito do conflito no PSL tende a ser limitado uma vez que o Congresso tem chamado para si a responsabilidade da pauta de reformas, como no caso da reforma da Previdência.

Ele avaliou que o comportamento comedido do Ibovespa pode decorrer da prudência de investidores para a temporada de balanços. “O mercado pode estar esperando para ver se os resultados refletem sinais de recuperação da economia já apontados em alguns indicadores”, disse.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).