IPO derruba valor de mercado da operadora da SoftBank

Papéis recuaram 15% e empresa perdeu US$ 9 bi em valor de mercado.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Os papéis do Softbank fecharam a 1.282 ienes, 14,5% abaixo do preço de IPO de 1.500 ienes

Acessibilidade


As ações da operadora de telefonia móvel japonesa SoftBank Corp recuaram 15% na estreia na bolsa de valores de Tóquio, eliminando US$ 9 bilhões de seu valor de mercado após uma oferta pública inicial (IPO) recorde. O movimento ocorreu em meio a preocupações com uma recente interrupção do serviço e a exposição da empresa à fabricante chinesa Huawei.

LEIA MAIS: IPO do SoftBank vê forte demanda apesar de Huawei

A fraca estreia da unidade do gigante japonês de investimentos em tecnologia SoftBank Group sinalizou a preocupação de investidores japoneses sobre a empresa e o mercado de telecomunicações do país, apesar do carisma do fundador do grupo, Masayoshi Son.

Essa estreia é incomum no mercado japonês. Dos 82 IPOs até o momento este ano, a listagem de US$ 23,5 bilhões da SoftBank Corp foi apenas a sétima a estrear abaixo do preço da oferta.

Os papéis fecharam a 1.282 ienes, 14,5% abaixo do preço de IPO de 1.500 ienes, conferindo à companhia um valor de mercado em torno de 6,1 trilhões de ienes – cerca de 1,1 trilhão abaixo do valor no momento do IPO.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Estava além de nossas expectativas que as ações cairiam tanto”, disse um executivo sênior de um dos principais coordenadores da listagem, recusando-se a ser identificado por não estar autorizado a discutir o assunto com a imprensa.

Durante o período do IPO, a terceira maior operadora de telefonia móvel do Japão em número de clientes sofreu uma rara interrupção de serviço em todo o país, o que, segundo a empresa, não afetaria os lucros ou dividendos.

VEJA TAMBÉM: SoftBank deve trocar equipamentos da Huawei

Somando-se às preocupações dos investidores, o relacionamento da SoftBank com a Huawei foi submetido a um exame minucioso depois que governos de todo o mundo excluíram a empresa chinesa por causa de preocupações de que seus equipamentos pudessem facilitar espionagem chinesa, o que a Huawei nega. Na semana passada, fontes disseram à Reuters que o SoftBank planeja substituir os equipamentos de rede da empresa.

Mesmo antes de o SoftBank dar início ao processo de IPO em novembro, havia incerteza sobre as perspectivas de crescimento da indústria japonesa de telefonia móvel depois que o governo disse que havia espaço para as operadoras cortarem tarifas em até 40%.

Em resposta, Son disse que a SoftBank Corp aumentará a automação e reduzirá número de pessoal em suas operações móveis em 40% nos próximos dois a três anos, concentrando-se em novas áreas de crescimento, como o aplicativo de pagamentos PayPay.

O SoftBank está prevendo um crescimento de receita de 3,3% e 9,7% de crescimento do lucro operacional no ano fiscal que termina em março em comparação com o ano anterior, com resultados sustentados pela demanda por serviços de internet de alta velocidade.

Já está no disponível no app ForbesBrasil a edição 64 com a lista Under 30.

Baixe o app na Play Store ou no App Store

Compartilhe esta publicação: