4 maneiras para evitar a crise do fim de domingo

Getty Images
Alguns hábitos ajudam a não temer mais as segundas-feiras

Resumo:

  • Não gostar das segundas-feiras pode ser resultado de finais de semana pouco aproveitados;
  • Planejar programas divertidos e fugir obrigações no domingo diminuem o peso do início da semana;
  • Tarefas de trabalho leves também podem ser bons hábitos para diminuir o impacto.

Em um mundo perfeito, um domingo típico seria relaxante e revigorante, um verdadeiro dia de lazer. Mas, para muitos de nós, o final de semana traz um sentimento de pavor.

LEIA MAIS: 5 rituais matinais de pessoas bem-sucedidas 

Pensamentos incômodos sobre o trabalho podem surgir assim que você acorda ou depois de uma refeição com amigos e família. Começar a semana com muita ansiedade pode fazer com que você se sinta exausto e esgotado logo de cara, diminuindo a motivação.

Se você já teve um caso de “depressão pós fim de semana”, é importante saber que não é o único. Mais de 76% das pessoas lutam contra a tristeza de uma noite de domingo. Embora a antecipação da semana de trabalho pareça inevitável, você não precisa se conformar com essa sensação de estômago embrulhado para sempre.

Veja, a seguir, quatro técnicas para começar melhor a semana:

1. Não deixe as coisas se acumularem

É tentador adiar assuntos pessoais, como preparar refeições, mandar mensagens e até mesmo conferir a correspondência, nos dias de trabalho. Empurrar com a barriga as tarefas é uma maneira inteligente de ser produtivo, mas superestimar o que você pode fazer em um único domingo é frustrante e não traz paz.

Remover a pressão para organizar a vida em 24h ajuda você a se sentir realizado, tranquilo e equilibrado, para que possa iniciar a semana com o pé direito. Comece cedo e divida as coisas: antes de sair de sua mesa na sexta-feira à tarde, marque algumas tarefas que você normalmente só faria na segunda-feira, como zerar sua caixa de entrada ou pagar contas. Torne mais fácil administrar as pontas soltas no domingo, enfrentando as tarefas domésticas em um ritmo constante durante a semana.

2. Faça os domingos especiais ou sagrados

O domingo é metade do fim de semana, então aproveite ao máximo. Você não precisa planejar uma aventura que o deixará exausto na segunda-feira, mas faça dele um dia monótono cheio de tarefas ou feito simplesmente para se recuperar da ressaca.

Preencha o seu dia com atividades que você acha genuinamente restauradoras, seja lendo um novo livro, fazendo uma caminhada ou jantando com quem você gosta. Seu cérebro começará a associar os domingos a emoção e diversão, não pavor e tristeza.

3. Adapte sua agenda sempre que possível

Às vezes, não é possível evitar uma reunião ou o prazo final de entrega às segundas, mas, se você tiver algum controle sobre sua agenda, organize-a de forma a fazer coisas prazeirosas no primeiro dia útil; matando a ansiedade da noite anterior.

4. Se os problemas com domingo persistirem, ouça seu interior

O medo persistente e intenso que se estende por várias semanas ou mais deve ser levado a sério, pois pode sinalizar depressão, esgotamento ou outra condição mental. Se você tiver insônia por conta do trabalho e se sentir fisicamente doente ao pensar em entrar no escritório, fale com um médico e encontre apoio.

Ouça a si mesmo. Não ignore os sinais de que um trabalho tóxico pode estar afetando sua saúde. Sair de um emprego que não combina com você é uma decisão difícil de se tomar, mas, no final das contas, trará mudanças positivas.

Para algumas pessoas, as dicas acima não mudarão o estilo de vida ou a mentalidade, mas poderão sugerir algumas mudanças de hábito. Lembre-se: aproveitar mais o fim de semana e a vida vale a pena.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).